Connect with us

Música

MC 2Jhow e JS O Mão de Ouro se juntam para o lançamento do single “Tô solteiro, né?”

Avatar

Published

on

2

Dois dos nomes mais quentes e conhecidos do mundo da música acabam de se juntar para lançar um single que promete virar hitMC 2Jhow e JS O Mão de Ouro apostam na irreverência e na autenticidade de “Tô Solteiro, Né?”, faixa que tem uma pegada mais latina, mas sem deixar de lado o funk e o brega funk, ritmos que fizeram os dois artistas estourarem. A colaboração surgiu através das produtoras de MC 2Jhow e JS O Mão de Ouro e da vontade de emplacar mais um brega funk no Brasil, ritmo que contagiou o país inteiro.

“Essa parceria surgiu através desse nosso desejo de fazer uma música no brega, ritmo que deu super certo no Brasil todo. Decidimos fazer uma música oficial no brega, em vez de um remix no brega. Eu e o JS Mão de Ouro nos conhecemos em agosto de 2019. Eu mandei umas músicas à capella pra ele e um grande amigo nosso fez contato pra que esse feat acontecesse e deu certo”, explica MC 2Jhow.

O público pode esperar bastante conexão e identificação com a letra de “Tô Solteiro, Né?”. Os versos e estrofes da canção abordam o fim de um relacionamento, momento pelo qual todo casal já vivenciou, inclusive MC 2Jhow, autor da canção.

“Essa música surgiu a partir de um momento que eu passei na minha vida, durante o fim de um relacionamento. A letra fala exatamente disso. Gosto de transmitir verdades nas músicas que faço, para que as pessoas possam se identificar”, diz MC 2Jhow.

Visionário, JS O Mão de Ouro teve uma ideia diferente para o beat da faixa, que ultrapassa fronteiras. “O MC 2Jhow me mandou a voz e eu comecei a montar a música. Conversamos muito durante o processo de produção. Ele me passou algumas ideias dele e eu passei as minhas. Uma das minhas ideias foi misturar os gêneros brega-funk e reggaeton para trazer uma essência mais latina para a música”, explica JS O Mão de Ouro.

Natural de Recife, JS O Mão de Ouro reside hoje em São Paulo. Já MC 2Jhow, nascido e criado no Rio de Janeiro, continua morando na cidade maravilhosa. Com, aproximadamente, dez anos de carreira, os dois batalharam de forma incansável para conquistarem seus espaços. O carioca é dono de hits como “Talarica”, em parceria com DJ Rennan da Penha, a versão remix de “Vem Sentando Vem”, com participação de Shevchenko e Elloco, e “No Escurinho da Favela”, primeira música de MC 2Jhow que estourou. Já JS O Mão de Ouro, é o cara por trás dos sucessos “Sentadão”, colaboração com Pedro Sampaio e Felipe Original, “Tudo Ok” e “Hit Contagiante”, faixas que embalaram o Carnaval e a folia de muitos.

Apesar de, hoje, serem renomados e prestigiados artistas, MC 2Jhow e JS O Mão de Ouro relembram que a caminhada foi longa e árdua. A jornada para quem quer viver de música no Brasil pode ser turbulenta e esbarrar até em questões raciais. O cenário desfavorável, entretanto, não fez com que eles desistissem no meio.

“O maior desafio para quem quer trabalhar com música no Brasil é a cor. Se você é preto, já é difícil. Em segundo lugar, é difícil conseguir reconhecimento pelo trabalho que a gente faz. Muitas pessoas batalham, mas infelizmente, são poucos os que reconhecem a luta que a gente passa, as noites de sono que perdemos, as comemorações em família que não podemos comparecer…O mais difícil é conquistar seu espaço e ter reconhecimento no seu trabalho”, acredita MC 2Jhow.

Para JS O Mão de Ouro, que começou bem cedo, o desafio é, além de tudo, ser original e apostar em novidades.

“Eu comecei bem novo. Na época de escola, eu levava o notebook e brincava de produzir músicas. Foi muita dedicação, sacrifícios na madrugada e no dia-a-dia, nunca perdi a fé em Deus. O maior desafio é sempre mostrar novidades. Eu sempre procuro novas referências, criar batidas novas, encaixar com boas parcerias. Eu prezo muito em mostrar pros brasileiros a essência da nossa cultura e ensinar valorizar a nossa música”, aponta JS O Mão de Ouro.

Com referências musicais que vão desde J Balvin a Usher, passando por Chris Brown e até Reginaldo Rossi, artistas que também batalharam muito para chegar onde chegaram, MC 2Jhow e JS O Mão de Ouro descartam a ideia de que existe uma receita para o sucesso.

“Não existe fórmula para o sucesso de uma música. Existe uma pessoa que trabalha, existe uma força de vontade, uma perseverança. É 50% talento e 50% trabalho. Eu aprendi isso na prática”, afirma MC 2Jhow. “A gente trabalha, acredita muito no potencial de cada música, mas não tem uma receita, é só continuar trabalhando muito”, completa JS O Mão de Ouro.

single “Tô Solteiro, Né?” acaba de ser lançado em todas as plataformas digitais e o clipe da música estreia neste domingo, 05/07, no canal do Kondzilla no YouTube. A faixa chega ao mercado com selo Soull Music BR e da OneRPM.

Com uma batida contagiante e com uma letra de fácil identificação, “Tô Solteiro, Né?” promete ser hit. “Quem nunca passou por um término de relacionamento? Fizemos essa música pra inspirar esses momentos, e mostrar que a volta por cima é muito melhor que o tombo (risos)”, finaliza JS O Mão de Ouro.

Advertisement