Fenda, Nagalli e Pedro Lotto lançam “Casa das Prima”

ednCPyypmACjg4S6M1e6.0

Chega às plataformas digitais, nesta sexta-feira (3), “Casa das Prima”: o terceiro single do grupo Fenda, com produção de Nagalli e Pedro Lotto. A faixa traz a força feminina para plano principal, mostrando que mulheres não dependem de ninguém para serem protagonistas de sua própria caminhada.

“O estigma que tem o nome ‘Casa das Prima’ – tipo mulheres tratadas como objetos, como troféu, sendo inferiorizadas e etc – terá um ressignificado pra quem ouvir a letra. Nós temos uma voz pra poder modificar e ressignificar muitas coisas que, em nossa visão, são muito erradas”, explica Kingdom, uma das integrantes de Fenda.

Criado em novembro de 2019, o grupo Fenda reúne talentos femininos de Belo Horizonte (MG) e apresenta uma nova geração do hip-hop, com a presença e o protagonismo de mulheres mais fortes que nunca. Formado por Mayí, Laura Sette, Paige, Iza Sabino e DJ Kingdom, o grupo soma mais de 140 mil visualizações em seu último sucesso, “Girlgang”, com produção de Coyote Beatz.

“Casa das Prima” conta com produção assinada por Nagalli e Pedro Lotto, trazendo uma sonoridade única combinada com flows incríveis do grupo. “O processo de composição de ‘Casa das Prima’ foi muito divertido e super bacana. Cada verso da música teve influência de todo mundo, sabe? Até nas partes que foram individuais. Eu amei, foi muito gostoso de trabalhar e abriu novas ideias, novos olhares para compor. Foi muito sincero e foi um momento importante para estarmos juntas e fazendo isso acontecer”, conta Paige.

Lançada pela White Monkey Recordings, o novo sucesso de Fenda, em parceria com Nagalli e Pedro Lotto, “Casa das Prima” está disponível nas plataformas digitais via ONErpm.

Written by Gustavo Neves

Além de gerenciar o conteúdo do portal, trabalho com marketing digital na indústria fonográfica com serviços prestados à gravadoras e grandes artistas.

It’s Britney, bitch! – Versão sem filtro

2

MC 2Jhow e JS O Mão de Ouro se juntam para o lançamento do single “Tô solteiro, né?”