Connect with us

Entrevistas

Entrevista: Pirate Snake e Pleight propõem uma viagem psicodélica através de “Synthetic”

Published

on

1ea3edb1 932e 47b7 be78 0f3c0557047f

Quando a sinergia entre dois produtores flui com naturalidade, como a dos DJs Pirate Snake e Pleight, quem sempre sai ganhando é o público. Após o lançamento de “Happiness”, uma releitura de um Jazz chamado ‘Love & Happiness’ do Al Green, que ganhou notoriedade nacional e internacional, os artistas se unem mais uma vez para uma colaboração diferenciada aos ouvidos do amantes do bom e velho Tech House, dessa vez em “Synthetic”, pela renomada gravadora inglesa Blacktone.

Inspirada no documentário da Netflix, “Maior viagem: Uma Aventura Psicodélica”, a nova parceria propõe que você, ouvinte, feche os olhos, sinta a música e viaje sozinho, simulando uma viagem psicodélica. A intenção está longe de uma apologia, mas sim, uma reflexão de que você não precisa de nada sintético para “viajar” na música.

O POP CYBER conversou com Pirate Snake! Leia nossa entrevista na integra:

“Synthetic” é mais uma parceria entre você e o Pleight. Como estão os coraçõezinhos para mais esse lançamento?

“Essa música é bem experimental, pois fizemos tudo possível para simular uma experiência única. Não estamos procurando ser um Hit com ela, mas estamos na expectativa de bons reviews.”

Qual a maior proposta com essa música? O que buscam transmitir para o público quando estiverem ouvindo “Synthetic”?

“Nós queremos tentar aproximar o máximo possível através de sons, o que seria “Good Trippy””

Como foi a produção dessa faixa para que fosse possível transmitir a energia da forma que desejavam?

“Essa foi literalmente “uma viagem”. A intenção foi passar de forma sonora, como seria uma “Good Trippy”. 

Synths, Fx, filtros, equalizações, automações, e claro, o vocal, foram todos pensados para simular esse imersão.”

Isso é uma apologia?

“Não, de forma alguma, foi só inspirada após assistir um documentário psicodélico na Netflix. “Maior viagem: Uma Aventura Psicodélica”. Feche os olhos e “sinta a música”, Viu? Você já viaja sem precisar de nada.”

Como é trabalharem juntos?

“A gente tem muita sinergia e as ideias fluem de forma natural, não é à toa que temos um monte de colaborações. É sempre um acrescentando algo na “pira” do outro.”

Conseguiria definir a música em uma única palavra?

“Uma expressão: Good Trippy”

Tá esperando o quê? Embarque nessa “trip” com Pirate Snake e Pleight e entenda o poder que a música tem sobre nós.“Synthetic” está disponível em todas as plataformas digitais.

Advertisement