in

Com “Outside Time”, ANNA se solidifica como brasileira com maior número de lançamentos pela Afterlife

Faixa chegou na coletânea “Realm Of Consciousness Pt. VI”

Com 22Outside Time22 ANNA se solidifica como brasileira com maior numero de lancamentos pela Afterlife POP CYBER
(Foto: Boreal Agency)

ANNA retorna à Afterlife integrando a coletânea que deu origem à sua relação com a gravadora italiana. Completando seu quinto lançamento pelo selo de Tale Of Us, “Outside Time” faz parte da compilação “Realm Of Consciousness Pt. 6”. Ouça aqui!

Com atmosfera envolvente, batidas pulsantes e uma dinâmica irresistível, a nova faixa evoca experiências emocionais profundas e solidifica a posição de ANNA como produtora nacional com o maior número de músicas lançadas pelo maior selo de techno melódico do mundo.

“Para mim, a música e passar um tempo na natureza são os meus portais, que me transportam para além dos limites do tempo e espaço.” revela ANNA sobre “Outside Time”, que em tradução quer dizer “Fora do Tempo”.

Além de ser a primeira brasileira a lançar pela Afterlife Records e lembrada constantemente para as suas compilações, ANNA é também presença frequente nos eventos da party label. Só em 2023, a DJ tocou em quatro edições da festa Afterlife — todas elas no deslumbrante Hï Ibiza, em Ibiza, durante a alta temporada.

Lançamentos pela Afterlife

A produtora estreou no selo de Tale of Us com a faixa “Spectral”, em junho de 2019, lançada na compilação “Realm of Consciousness Pt.I.V”. Em 2021, com a track “Overflow”, ANNA integrou o segundo álbum do selo, o “Unity Pt. 2”.

Um ano depois, a brasileira retornou à Afterlife, desta vez com o EP “Journey To The Underworld”, que contou com três faixas inéditas. Ainda em 2022, em julho, ela estava presente mais uma vez no “Unity “, agora na terceira edição do compilado, com a música “Cosmovision” abrindo o VA.

Com “Outside Time”, lançada na última sexta-feira (24), ANNA se torna a brasileira com mais lançamentos pelo selo. A coletânea “Realm Of Consciousness Pt. VI” vem com 29 faixas inéditas, de artistas como MRAK, 8Kays, CamelPhat, Cassian, Kevin de Vries, Colyn, Mind Against e BINARYH.

Mais sobre ANNA

Ana Miranda, também conhecida como ANNA, é um raro exemplo de musicista e produtora completamente confortável em mudar de forma entre duas carreiras paralelas na música eletrônica, representando os seus dois mundos — techno e ambient.

A DJ e produtora brasileira radicada em Lisboa mudou-se para Barcelona em 2015 para estar mais perto do circuito europeu de dance music — uma cena que se apaixonou pelo seu techno hipnótico e melódico lançado em uma gama de gravadoras vitais, de Drumcode a Plus 8, Mute Records a Afterlife.

Seu hit de verão de 2019, “Forever Ravers”, com Miss Kittin, na Kompakt, iluminou pistas de dança em todo o mundo e se tornou um hino pandêmico, enquanto suas produções poderosas e estimulantes continuaram a evoluir e enriquecer seu som a cada nova faixa, muitas vezes distintamente infundido com uma essência ambiente que serviu de base para sua caminhada em direção a esse mundo.

ANNA está há mais de vinte anos em uma carreira célebre e altamente reverenciada, que a elevou das pistas de dança da Six — boate de seu pai no interior de São Paulo, onde ela tocou pela primeira vez — para alguns dos clubes e festivais mais conceituados do mundo, incluindo DC10, Hi, Printworks, Warung, Movement, Tomorrowland, Time Warp e Coachella.

Nos últimos anos, ela entregou remixes clássicos de crossover para nomes como Jon Hopkins, Orbital e, agora, sua releitura de Depeche Mode para “My Cosmos Is Mine” foi abraçada enormemente pela banda inglesa.

Com mais de 48 milhões de streams apenas no Spotify, ANNA continua provando que sua criatividade musical não tem limites.

Em EP 22Far Away22 IAELL traz sons progressivos melodias hipnoticas e elementos organicos POP CYBER

Em EP “Far Away”, IAELL traz sons progressivos, melodias hipnóticas e elementos orgânicos

Youngui se junta a Matheusinho na faixa Sua Cura que faz parte do EP Youngui Love POP CYBER

Youngui se junta a Matheusinho na faixa “Sua Cura”, que faz parte do “EP Youngui Love”