in

Reflexivo, inspirador, pop e dançante: ouça “Solitude”, álbum de estreia de Ted Troll

Disco chegou nesta sexta-feira, 15, através da gravadora do próprio artista, Faith & Science

Reflexivo inspirador pop e dancante ouca Solitude album de estreia de Ted Troll POP CYBER
Foto por @sigmaffotografia

Depois de três singles lançados em dois meses, “Solitude”, o álbum de estreia de Ted Troll, enfim está entre nós. O disco chegou nesta sexta-feira, 15, através da gravadora do artista, a Faith & Science.

Em suas dez faixas, a obra tem como cerne sintetizar tudo o que Arthur Alfradique (nome de batismo do DJ e produtor carioca) tenta passar com sua arte: sentimentos interiores, sofridos, angustiantes, que são precedidos por uma energia de superação e otimismo, mostrando que a chama que habita dentro de cada um jamais deve se apagar.

“No cotidiano, todos passam por adversidades, e muitas vezes, o mais fácil parece ser desistir, principalmente quando a gente se sente sozinho. Se você tem alguém a quem pode confiar, seja um pai, uma mãe, um irmão, um familiar ou um amigo, sinta-se privilegiado, seja grato e saiba que não está sozinho, pois solidão de verdade é a pior coisa que um humano pode passar”, declarou Arthur, fazendo referência ao nome do disco.

Para “Solitude”, que levou cerca de dois anos para ficar pronto, foram trabalhadas músicas com foco predominante nas melodias. O álbum flerta com melodic house, melodic techno, progressive house e um pouco de organic.

Com participação de diferentes músicos, e explorando diversos sons captados e experimentados ao longo dos últimos anos, esta é a produção mais completa da carreira de Ted Troll — artista que já ganhou suporte de nomes como Alok, Nora En Pure, Cosmic Gate, EDX e Ferry Corsten em suas composições.

A saga do urso Ted Troll

Recheado de camadas conceituais e narrativas, o primeiro álbum de Ted vem sendo promovido gradualmente por seus singles, sempre acompanhados por animações 3D que contam a história do urso Ted Troll — personagem que Arthur Alfradique desenvolveu para o seu projeto.

Inspirado pelo protagonista do filme “Ted” (Seth MacFarlane, 2012), o urso de Arthur surge no mundo confuso e perdido, conforme visto na primeira parte (“Heavy Conscience)”, e, na segunda (“Innervision”), começou a se encontrar a partir do descobrimento da música.

No terceiro single, “Solitude”, o urso Ted continuava se sentido solitário e passando perrengue, depois de ganhar vida em um mundo desconhecido.

Agora, neste último capítulo, vem o ponto da virada para o nosso herói, com final feliz, onde ele finalmente encontra o seu lugar neste mundo: o palco.

“Chegamos ao fim desse primeiro grande capítulo da história do Ted Troll. Depois de mais de três anos acertando, errando (mais ainda rsss), explorando inúmeras sonoridades, experiências e sentimentos, entrego um projeto que considero completo, estruturado, a altura da história que passei e quero contar.” revela o DJ.

“Agradeço a toda minha equipe, que esteve forte nos bastidores e no desenvolvimento e estruturação do projeto. É só o começo de uma longa jornada que nós do Ted Troll temos para compartilhar. Apenas espero que possam se conectar com a arte!” finaliza Arthur.

Sobre Ted Troll

Tedd Troll nasceu em Niterói, mas sua alma pertence às pistas do Brasil e do

mundo, a começar por sua party label Ritmo Del Mare. Curioso, versátil e refinado em técnica, suas faixas ganharam suporte de nomes como Alok, Nora En Pure, Cosmic Gate, EDX e Ferry Corsten, enquanto sua personalidade carismática levou ele e seus sons melódicos até públicos de 20 mil pessoas.

 

Com o EP The Portal BINARYH inaugura a DECODED POP CYBER

Com o EP “The Portal”, BINARYH inaugura a DECØDED, sua nova gravadora

MARATY e o novo festival livre de musica do Brasil POP CYBER

MARATY é o novo festival livre de música do Brasil