João Mar lança duas músicas inéditas e divulga álbum “AMAR” completo

João Mar, cantor e compositor, lançou hoje (10 de dezembro), à 00h, as músicas “No Bloco de Ipanema” e “Mais Bonita Ainda”. As faixas são as últimas canções que estavam faltando para completar o álbum “AMAR”, projeto que nasceu durante a pandemia e contou com a energia de muitas pessoas importantes na vida do artista, inclusive de sua empresa parceira Sony Music.

“No Bloco de Ipanema”, composta pelo intérprete, é considerada a música de trabalho do álbum. Leve, chiclete e dançante, ela chega como uma espécie de continuação da canção “Gosto Docê”, que também integra este trabalho e já foi divulgada anteriormente. Na outra obra, é retratado um amor à primeira vista e agora é possível descobrir o desenrolar do enredo já apresentado.

O cenário da paixão é Ipanema, Rio de Janeiro. Nas entrelinhas de “No Bloco de Ipanema”, João descreve um rapaz que durante o bloco de carnaval avistou uma mulher que lhe prendeu a atenção. Acompanhada de uma amiga, a senhorita sambava tão bem que o jovem sentiu vontade de dançar. Encantado pela bela moça, ele a vê cochichando com a amiga e sorrindo para ele, o que toca seu coração e o faz querer saber quem é ela. Ele quer saber mais sobre sua musa, deseja conversar, namorar e descobrir se esse match tem futuro.

Segundo o autor, a música traz uma energia tão boa quanto seu viral que conquistou o Brasil e até hoje embala muitas histórias. “Posso dizer que é uma outra proposta do ´Funk Bunitin´ e tem uma vibe tão boa quanto desse hit que todo mundo ama. Esta está mais para um ‘funk-marchinha´ e, posso dizer? Todos que ouviram acharam a cara do TikTok. Quem sabe viraliza, não é mesmo? Para criá-la, pensamos nos tambores do funk, em uma pegada mais comercial. O que posso adiantar é: ela ganhou balanço e faz a gente dançar. Estou plenamente satisfeito com a entrega desse trabalho, e vamos fechar com chave de ouro. Espero que curtam muito”.

“Mais Bonita Ainda”, que chega no mesmo dia e horário, é composição do grande companheiro de João neste projeto, Jards, produtor de todas as faixas de “AMAR”. O profissional contou que a canção nasceu em uma noite em que ele refletia sobre o início de um relacionamento, mas a postura defensiva da outra parte impedia a união de fluir. “Ela é um reggae contemporâneo e pop, para dançar e causar uma sensação boa. Os blocos da música são bem diferentes. Ela começa com um arranjo de corda meio misterioso, sem saber o que ela vai virar e, de repente, o refrão apresenta uma grata surpresa”. Ela, assim como as demais canções, tem o sopro como um dos elementos – gravado por David Barcelos, músico que também acompanha João Mar nos shows – afinal eu quis trazer este som como uma das principais características do disco”, comenta o músico.

As marcas deste álbum permeiam-se na superação, no trabalho, orgulho e gratidão, palavras que definem a emoção de João ao concluir “AMAR”. De acordo com o artista , foi diferente de tudo o que ele já fez na carreira, e cada conquista valeu muito a pena. Ele fez amigos, contou com o apoio da família, de profissionais de diversas áreas e cada um, a seu modo, colocou um pouco de sua verdade no álbum. “É muito gratificante ver o resultado e poder mostrar e doar para o mundo. Estou feliz com tudo o que está envolvido. Fizemos uma coisa muito linda e isso me deixa feliz com o processo todo. Estou muito feliz com o que o universo trouxe para mim nesse tempo”, finaliza o artista.

Written by Redação

Trazemos diariamente conteúdo original e informativo para o público que quer acompanhar, em tempo real, os acontecimentos no cenário do entretenimento nacional e internacional.

Entrevista: Com sucessos aclamados e um som ousado, Fe Ribeiro apresenta sua nova fase

Leandro da Silva garante posição de destaque nos 2 principais rankings mundiais de música eletrônica DJ Mag e 1001Tracklists

‘Want Me Back’ é o novo lançamento de Leandro da Silva