Connect with us

Música

Com referências de Alice no País das Maravilhas, cantora Cora lança hoje o single “Sem Mais”

Published

on

1.Cora Sem Mais Devenir EP

A Alma Music Group lança hoje (22), o mais novo single da jovem cantora e compositora Cora. A faixa “Sem Mais” chega com a ideia de libertação em relação às mudanças da vida e como forma de redescoberta da cantora na música e como pessoa. O lançamento, que já está disponível em todas as plataformas de áudio, antecede o primeiro EP da artista, intitulado “Devenir” e que será lançado em breve.

Produzida por Antonio Eudi, a faixa também conta com participações dos músicos Filipe Coimbra (guitarra), Felipe Pizzu (baixo) e Dede Silva (bateria). Ouça a faixa:

“‘Sem Mais’ é uma faixa muito especial para mim. É o início do meu EP Devenir, apesar de ser uma das minhas últimas composições. Mas não é coincidência, devenir, em seu significado geral, representa mudança, transformação. E, ‘Sem Mais’ é o mais perto do que eu consegui me representar como música, nesse exato momento, diferente de tudo que já fiz até agora e baseado em tudo que eu sei até o momento”, afirma Cora.

Ela ainda completa: “Com ela eu tento passar uma ideia de libertação em relação à mudança, algo que pode ser estranho no começo mas que é necessário para poder seguir em frente e continuar seu processo de construção própria. Espero que essa música chegue em alguém que esteja passando pelo mesmo processo”.

Referências ao clássico “Alice no País das Maravilhas” 

Se redescobrindo artisticamente e encontrando coragem para enfrentar mudanças, a identidade visual do novo single traz referências à história “Alice no País das Maravilhas”, clássico escrito por Lewis Carroll e popularizado por Walt Disney. O trabalho conta com a direção artística de Gabriel Galvani – que já trabalhou com artistas como Giulia Be, Jão, Lucas Pretti – e Paula Pires.

“Chegamos na Alice por ser a mesma alusão à trajetória. Lembrei que a minha primeira referência (com ajuda da minha irmã) para criar o meu logo foi Alice, no começo da minha carreira, então fez sentido para mim continuar com a ideia”, relembra Cora. “Quanto mais entramos no mundo da Alice, mais se encaixa com o meu momento atual. Através disso desenvolvemos não só a capa, mas um mini-doc, a estratégia de conteúdo e também meu material visual de show. Estou muito feliz com esse resultado e espero que o público também entenda nas entrelinhas que cada detalhe tem um pouco de mim”, explica.

O coelho branco da história é um dos elementos que mais se conecta com a nova fase da carreira da cantora e chega com um grande significado: ele é como a música na vida da artista.

“Para essa música posso dizer que o coelho representa o elemento que me leva pra mais perto de mim, meu próprio mundo. Alice caiu no buraco e encontrou seu país das maravilhas porque estava seguindo o coelho. O coelho na Alice representa o elemento que a faz mergulhar no mundo subterrâneo, até como o próprio subconsciente, onde tudo é possível. E a música pra mim é isso, extrai coisas que só depois eu entendo o sentido. É o lugar onde eu entendo meus medos e anseios, mas onde eu me encontrei”, afirma Cora.

Sobre o futuro EP, ela diz: “Acho que o que pode ser esperado desse EP é todo esse processo de construção, transformação e evolução de tudo que eu passei até onde eu me encontro hoje, fortalecendo a ideia de que amanhã isso possa ou não me representar mais. DEVENIR é sobre abraçar o momento atual com intensidade e saber que hoje você tem um conhecimento que ontem não tinha e, por isso, seu conceito sobre qualquer coisa que seja pode e deve mudar”.

Carreira: A cantora e compositora CORA se interessou por música desde muito pequena. Ela conta que sempre gostou de cantar e sempre teve uma conexão muito forte com a música: “Eu comecei a fazer aulas de música fora da escola com quatro anos porque meus pais já tinham percebido o meu lado musical muito forte e eu amava. Acho que sempre foi um sonho de criança ser cantora, mas depois de muitas experiências, comecei a pensar cada vez mais sobre o assunto e resolvi investir nisso com seriedade. Eu sempre amei ir em shows. A energia do lugar, ver os artistas de perto e escutar as músicas ao vivo me faz sentir mais próxima desse mundo e do lugar que eu quero chegar. Eu já estava produzindo e começando a pensar sobre seguir essa carreira quando eu fui assistir a um show que me tocou de uma forma diferente. E foi nesse dia que eu decidi de fato que era isso o que eu queria. Foi uma performance incrível que me deixou arrepiada e emocionada. Me identifiquei com o artista, com suas músicas e com as suas letras,  assim, me inspirei ainda mais a externalizar os meus sentimentos por meio musical”, conta.

Para o futuro, ela tem um objetivo claro: “Hoje o meu maior sonho é tocar as pessoas de alguma forma com as minhas composições.” finaliza.

Advertisement
Advertisement