Connect with us

Música

Vans apoia o BanaLive, evento online do Festival Bananada

Avatar

Published

on

Um dos festivais mais importantes para a música brasileira, o Festival Bananada apresenta mais uma edição do seu mais novo projeto #BanaLive , que acontece de 23 a 27 de setembro trazendo musica, cultura e arte para dentro de casa através do seu canal oficial de TV digital na Twitch. A terceira edição do #BanaLive, criado durante o isolamento social, traz uma programação gratuita, diversificada e com muita novidade, como uma série de podcasts com diversos convidados, DJ sets e shows em formato híbrido gravados na Casa do Mancha. O evento conta com apoio cultural da Devassa Tropical e Vans Brasil.

Advertisements

No elenco, artistas brasileiros Rakta, Edgar, Luisa e os Alquimistas, Baile do Ganja, Hellbenders, Badsista, Rodrigo Alarcon, Chico Bernardes e Mauricio Pereira, Betina, Mexicano, Lys Ventura e Flavia Durante. Como também nomes internacionais: La Flama Blanca de Portugal e Rodrigo Feoli da Holanda em parceria com o festival Vaca Amarela.

Advertisements

Uma das novidades do Bananada é a criação do podcast que traz temas como “A Internet é sobre os pequenos números” com Benke Ferraz e Mílian Dolla. “Felicidade Preta” com Ana Karla Santos, Mel e Fioti. E “Remoto no Maremoto, Artes Visuais em tempo de pandemia” com Tulipa Ruiz, Gen Duarte, Félix Bea, Renato O Fera e Karollez Owcalaboca. O evento ainda traz uma palestra exclusiva com Marcelo D2 e Luna Vargas.

Advertisements

O #BanaLive tem como proposta ser um projeto contínuo para levar entretenimento e informação gratuita de amplo acesso em tempos de isolamento para contribuir e manter viva a cadeia produtiva de profissionais (produtores, técnicos, agentes, prestadores de serviço, etc). “Existem três tipos de efeitos cruéis da crise que vivemos nos últimos 6 meses”, conta Fabrício Nobre, um dos sócios do Bananada. “O primeiro deles é a saúde de todos. A pandemia está longe do fim, não temos previsão de controle e precisamos cuidar uns dos outros. O segundo, à saúde mental, que precisa ser cuidada com atenção em tempos de confinamento: as pessoas estão exaustas, desestimuladas e muitas vezes tristes. O terceiro é a recessão: milhares de pessoas e negócios estão à beira da falência, o setor artístico e criativo é notoriamente o mais atingido do ponto de vista econômico, prejudicado em toda sua cadeia produtiva, e afetando diretamente quase todas as pessoas em atividade com cultura no país e no mundo”.

Criado em 1999, o Festival Banana mudou a cena independente brasileira e tornou-se um dos festivais de música mais importantes do País. O evento conseguiu fortalecer a cena contemporânea brasileira com o que há de mais atual na produção musical e, nestes mais de 20 anos de história, realizou um intercâmbio por meio de shows com nomes atuais e importantes da música brasileira, intercalando com atrações internacionais e inserindo Goiânia no mapa do cenário musical.

Advertisements

Advertisements

Jornalista, 23 anos, produtor de conteúdo, trabalho com marketing digital na indústria fonográfica. E-mail: [email protected]

Advertisements