Renato Enoch lança clipe “Lamento do Arremate”

Além de compor a canção, o artista também participou da produção criativa e atuou no projeto

Renato Enoch
Assessoria de Imprensa

O clipe de “Lamento Arremate”, nova música do projeto “Lamentos” de Renato Enoch, estreou em 28 de junho no Youtube. O vídeo foi lançado no mesmo dia do primeiro show da turnê do cantor que aconteceu no Rio de Janeiro, no Dolores Club, Centro da cidade. O single já havia sido lançado em 06 de junho em todas as plataformas digitais.

O vídeo traz a história da perda, que apesar de ter sido inspirado em um término de relacionamento, alcança todos os tipos de finais. Foi construído para representar as fases do luto, passando da negação até chegar na aceitação. Trouxe também um reforço à ideia de guardar algo, presente na letra da canção, com o “armário dos lamentos”, baseando-se em uma frase do poema “Guardar” de Antônio Cícero: “guardar uma coisa não é escondê-la ou trancá-la. Em cofre não se guarda coisa alguma”.

A direção de cena ficou por conta de Felipe Quintini, que também foi o responsável pela fotografia e arte. O roteiro é de Daniel Haidar e a direção criativa foi do próprio Renato em parceria com Luísa Galvão. O artista mineiro também participou como ator, editor, colorista e designer gráfico, trazendo os mesmos elementos e ideias que teve ao compor a música.



– A concepção visual deste clipe aconteceu em janeiro deste ano e estamos felizes de finalmente poder colocá-lo no mundo. Durante esse processo inicial, eu e Luísa Galvão (que fez a direção criativa junto comigo) decidimos criar uma atmosfera onírica representando o findar das relações. Partindo da ideia do “arremate”, definimos que as

linhas de lã seriam o nosso principal elemento visual e elas simbolizam várias coisas ao longo do clipe. No fim de qualquer luto é preciso encarar os sentimentos difíceis e aceitar quais são as coisas que ficam “costuradas” ou guardadas em nós e quais precisam ir embora – diz Renato



Toda filmagem foi feita em fevereiro de 2024, no BCR Estúdios, na cidade de São Paulo com colaboração de Matheus Lustosa, Estúdio Ventana, de Belo Horizonte. A cenografia confirma a mudança do universo estético do cantor, que trouxe na música uma parceria do Indie Pop com a MPB brasileira.

– Acredito que um artista é um grande amalgamado de linguagens, imagens e sons que o tocam ao longo da vida e que isso é um processo inacabável. Em toda minha jornada eu guardo referências dos meus artistas favoritos, independente dos ritmos, e para finalidades distintas. Eu aprendo a compor melhor quando escuto Caetano, Gil ou Clube da Esquina, a cantar melhor ouvindo Gal, Elis, Jeff Buckley, sobre coragem e performance com Lady Gaga, Beyoncé, David Bowie, sobre experimentação e originalidade com Bjork, Bon Iver, James Blake, Fiona Apple, Radiohead, Céu. Todos eles me impactam de formas diferentes – diz Renato sobre de onde vem essa inspiração.



Enoch também está em turnê com o projeto “Lamentos” e terminando o novo álbum, que deve ser lançado em breve.

Alok tem a musica brasileira mais tocada no Spotify no mundo e1716669281553 POP CYBER

Alok, o DJ brasileiro mais conhecido e ouvido no mundo, inicia maratona de shows pela Europa com agenda lotada

Lamparina mergulha no pop brasileiro e atemporal para apresentar o novo single “De Novo”

Lamparina mergulha no pop brasileiro e atemporal para apresentar o novo single “De Novo”