in

Pacificadores e Hungria lançam novo single “Voando Alto”

1 pop cyber purple POP CYBER
(Foto: POP CYBER)

Chega às plataformas digitais nesta sexta-feira (25), “Voando Alto”, nova parceria entre Pacificadores e Hungria. Considerados lendas do rap de Brasília, os artistas se unem pela primeira vez em um videoclipe. A superprodução cinematográfica, no estilo velho oeste, contou também com a participação do cantor Misael e do piloto de drift Maurício Eustáquio, responsável por cenas com carros em alta velocidade.

“Voando Alto” celebra a parceria de longa data entre os artistas. Neguim (cantor e produtor do Pacificadores) também já produziu hits de Hungria, como “Coração de Aço”, “Lembranças” e “Não Troco”, além de ser considerado como um dos mentores para toda uma geração de artistas do rap do centro-oeste.

O lançamento da faixa ocorre pouco mais de um mês depois do sucesso do EP acústico “Cheiro do Mato” de Hungria, que já alcançou mais de 36 milhões de reproduções, além de emplacar o hit “Amor e Fé” entre os top charts de todas as principais plataformas digitais. A união entre Pacificadores e Hungria também já rendeu hits como “Role na City” e “A Rua”.

O novo single de Pacificadores e Hungria, “Voando Alto”, está disponível nas plataformas digitais via ONErpm e o vídeo da faixa está disponível no YouTube.

Sobre Hungria Hip Hop:

Hungria Hip Hop, também conhecido apenas como Hungria, é um rapper e cantor brasileiro que se tornou um dos nomes mais proeminentes do cenário do rap nacional. Nascido como Gustavo da Hungria Neves em Brasília, em 26 de maio de 1991, Hungria iniciou sua carreira musical na adolescência e conquistou grande popularidade com suas letras sinceras e autênticas.

Hungria se destacou pela primeira vez em 2011, quando lançou o álbum “Hoje Tá Embaçado”, que atraiu a atenção do público com faixas como “Carruagem” e “Desenrolou”. Essas músicas se tornaram verdadeiros sucessos e ganharam milhões de visualizações no YouTube, impulsionando a carreira de Hungria e consolidando seu nome na cena do rap brasileiro.

Com um estilo que mescla rap, trap e pop, Hungria conquistou uma legião de fãs em todo o país. Suas letras abordam temas como relacionamentos, superação, sonhos e desafios da vida cotidiana, conectando-se com uma ampla audiência. Sua habilidade de transmitir mensagens pessoais e emocionais através das músicas é uma das características que o torna tão popular.

Ao longo de sua carreira, Hungria lançou vários álbuns de sucesso, incluindo “Meu Carona” (2013), “Um Pedido” (2015) e “Amor e Fé” (2018). Em cada trabalho, ele demonstra versatilidade musical e evolução artística, experimentando diferentes estilos e colaborando com outros artistas renomados do cenário musical brasileiro.

Seu trabalho mais recente inclui o álbum “Cheiro do Mato” (2020), que trouxe uma mistura de estilos e colaborações com artistas como, MC Lipi e Lucas Lucco. O álbum foi bem recebido pelos fãs e críticos, reforçando a influência e a relevância de Hungria na indústria musical.

No cenário musical atual, Hungria continua a evoluir como artista e a explorar novas sonoridades. Seu impacto na cultura do rap no Brasil é inegável, e sua influência continuará a ser sentida por muito tempo. Hungria Hip Hop é um exemplo de perseverança, talento e determinação, e sua trajetória inspira uma legião de fãs e artistas aspirantes a seguir seus próprios caminhos na música.

Escrito por Gustavo Neves

Jornalista e empreendedor, atuando como CEO e fundador do POP CYBER. Curso Jornalismo na renomada Universidade Positivo, em Curitiba. Minha paixão pela informação e pela música me impulsionam a criar conteúdo relevante e impactante.

logo do pop cyber

Monica Casagrande celebra o amor queer com a inédita “Ventre Vértice”

logo do pop cyber

“Sem Você”, o novo lançamento de Edson e Hudson