MC Kátia relança sucesso com JS O Mão de Ouro

Brenda Barbosa 2 scaled
(Foto: Divulgação)

No início do século XXI, uma mulher soltava o seu grito de guerra: “o marido é meu, porra!”. Na frente do paredão de som da Furacão 2000, MC Kátia dava voz às casadas e comprometidas dos bailes cariocas. Apelidada de Fiel do Funk, a mãe solteira e auxiliar de serviços gerais fez sucesso com o seu discurso de integridade e força. Hoje, se a nova geração feminina fica à vontade para cantar o que quiser, é porque MC Kátia usou o seu microfone para levantar o debate. Mas ela sabe que o caminho ainda é longo. Por isso, aos 45 anos, a cantora que marcou uma década volta à cena, repaginada com o que há de mais atual no mercado – o brega funk. Nesta sexta-feira, dia 05 de junho, ela relança o sucesso “Ata Vai me Pegar”, com a assinatura do produtor musical JS O Mão de Ouro.

A letra forte e direta da MC Kátia reapareceu organicamente na esteira do sucesso do aplicativo TikTok. Os versos que compôs em 2014 parecem perfeitos para serem reinterpretados nesta quarentena: “Ah tá! Ah, tá! Tá dizendo por aí que, se eu passar, vai me pegar. Duvido!” Milhares de pessoas e famosos – como Kelly Key, Pabllo Vittar e Luisa Sonza – tem dublado a canção da funkeira. Com a repercussão, a produtora Los Pantchos – a mesma de Thiaguinho MT e JS O Mão de Ouro, donos do hit “Tudo OK” – resolveu lançar uma nova versão da música mais famosa da MC.

Quem a ouve, acha que Kátia sempre esbanjou essa autoestima. Mas, em 2008, despontando com a música “Cabeça pra Baixo”, a funkeira sofreu um acidente que a afastou por três anos dos palcos. Aquela voz esmoreceu e a cantora também passou por depressão após o término do relacionamento. Seu atual marido, o DJ LD, foi quem a fez seguir a carreira. Ele é quem assina a produção da primeira versão de “Ata Vai me Pegar”. De lá para cá, foram muitas reviravoltas e muitas portas fechadas para uma das pioneiras do funk.

Em 2020, MC Kátia volta com toda a sua força cantando a música que mais lhe rendeu frutos. Junto com JS O Mão de Ouro – o Midas que produziu os hits “Sentadão”, “Hit Contagiante” e “Surtada” -, a dupla inicia uma parceria que une a tradição e a modernidade do gênero. Nesta sexta-feira, a versão brega funk de “Ata Vai me Pegar” chega em todas as plataformas de música, com videoclipe disponível no Youtube no mesmo dia.

Written by Gustavo Neves

Além de gerenciar o conteúdo do portal, trabalho com marketing digital na indústria fonográfica com serviços prestados à gravadoras e grandes artistas.

0706d9a8 6144 45f5 af01 f7b0e6bd111d

Pedro Sampaio lança o EP “Remixes!”, primeiro da carreira

preta gil 950x538 1

LIVE inédita no Cristo Redentor com Preta Gil