kaleidoskope, banda de um músico só, se une ao rapper GOG em música inspirada em clássico de Pink Floyd

Capa Blackout Kaleidoskope 1

Trazendo frustrações em forma de música, a banda kaleidoskope, formada por apenas um integrante, o músico David Borges, de Brasília, Distrito Federal, lança nesta sexta-feira (25), seu mais novo trabalho, a faixa “Blackout”. O novo som, uma parceria com o rapper GOG  é um lançamento do selo musical Marã Música e já está disponível em todos os aplicativos de música.

“Blackout” chega como uma versão raivosa do single “Comfortably Numb”, de uma das mais conhecidas bandas de rock do mundo: Pink Floyd. A canção, que é uma composição autoral de kaleidoskope em parceria com o rapper GOG, fala sobre como as pessoas colocam “blecautes” em situações apenas para conforto pessoal e para evitar ver o que não gostariam.

“‘Blackout’ vem com ansiedade. A pandemia (e agora a invasão da Ucrânia) evidenciou muito a desigualdade. Ao mesmo tempo, quem podia, se fechou em casa, se isolou do horror lá fora. A música traz muita raiva, ela é quase uma tentativa de catarse dessas sensações negativas todas”, afirma a banda.

Sobre o processo de produção e parceria com o rapper, kaleidoskope conta: “Eu já tinha a base musical há muitos anos, o riff principal e mais duas ou três peças da música, mas nunca fiquei satisfeito com como ela ficava. A parte final era para ser um longo solo de guitarra, meio fusão, caótico etc. Mas depois pensei que essa cama musical podia ser mais útil para mais letras, mais falas. Foi quando surgiu a ideia de ter alguém para fazer rap nessa parte. Aí o meu grande amigo e parceiro Marcos Pagani (dono do Estúdio Orbis, quem gravou, mixou, masterizou 99% das músicas da banda), sugeriu o nome do GOG. Eu não o conhecia e quando fui investigar, pensei ‘mas esse cara é monstro e já tocou com um monte de gente fantástica e famosa, por que ele toparia participar em algo tão pequeno com a kaleidoskope?’. Mas ele aceitou e o resultado ultrapassou todas as minhas melhores expectativas. Estou feliz demais por essa parceria e espero que ele tope outras porque o resultado ficou fabuloso”.

Já GOG afirma que se interessou de cara pelo trabalho: “Assim que ouvi me identifiquei e decidi cumprir a missão e escrevi a letra. Está sendo muito bom lançar esse trabalho. A música é universal, rompe territórios. Ela tem que dialogar de várias formas e está sendo super show estar trabalhando e produzindo um som que tem de tudo para emplacar”, aponta GOG.

Quanto ao que kaleidoskope espera sobre o lançamento, ele diz: “A expectativa é alta, assim como a pressão. Sobretudo depois do sucesso de ‘Ritmo traiçoeiro’, com a (cantora) Daniela Firme, música que já foi razão de muito orgulho e emoção”, finaliza.

Written by ju

Jornalista formada, trabalha na área desde 2017. E-mail: [email protected]

Divisa atual

“Divisa” é o novo single da cantora Laiza Gáry

O quinto volume de compilados da CONTROVERSIA chega aos streamings com lançamentos de Flakkë Lost Capital RMA e muito mais

O quinto volume de compilados da CONTROVERSIA chega aos streamings com lançamentos de Flakkë, Lost Capital, RMA e muito mais