Connect with us

Música

Com suporte de Vintage Culture, Mehen resgata o melhor da indie dance no EP cheio de nostalgia “Pour Faith”

Avatar

Published

on

DSC 6195 copiar Mehen scaled e1612910005140
Foto: Divulgação

Reverenciar o passado é uma forma de valorizar o que a humanidade produziu de melhor e é um recurso muito recorrente nas mais diversas formas de arte, em especial na música. Quando o mercado de eventos parou por conta da pandemia, o DJ, produtor musical e instrumentista catarinense Mehen foi lá pro início dos anos 2010 resgatar a inspiração de dias melhores para compor o EP “Pour Faith”, sua estreia na Só Track Boa esta semana, que já recebeu suportes de peso como o de Vintage Culture.

Em seu primeiro EP, Mehen leva o ouvinte para uma viagem no tempo direto para o início da década passada, resgatando referências da indie music e dando uma roupagem moderna e atual a timbres carregados de nostalgia. “Pour Faith”, faixa que abre e dá nome ao EP, tem um toque de french house, com linhas de baixo cheias e bateria com sons orgânicos. “A track surgiu de uns vocais que o DJ Salla me mandou. Encontrei um que achei muito irado, com uma pegada bem nostálgica e percebi que poderia criar uma boa track”, conta Mehen, que já se apresentou ao lado de Salla em um episódio inusitado, quando uma das CDJs do evento teve problema na leitura de CDs e, para não paralisar o som, ele fez um b2b com o DJ que é uma de suas referências.

“New Dimension”, lado B do EP, não deixa por menos e é tão boa quanto a primeira faixa. A linha de baixo inspirada na italo disco conduz o ouvinte em uma hipnótica viagem com destino à nova dimensão que dá nome à track. “Meu projeto tem esse apelo nostálgico, então estava pesquisando alguns vocais antigos e encontrei um pequeno trecho, tipo só o refrão, de uma música da banda Imagination. Mas foi o suficiente para eu conseguir imaginar a música inteira”, relembra o produtor de 24 anos, que conseguiu autorização do trio britânico de dance music para utilizar o vocal, que funciona como uma injeção de psicodelia e animação na música. “Consegui criar algo totalmente novo e a track ficou exatamente como eu imaginava. Essa é uma das músicas mais especiais que já fiz”, completa.

Com um material potente em mãos, Mehen não hesitou e enviou as novas músicas para Lukas Ruiz,. E um dos maiores DJs e produtores do Brasil parece ter gostado do que ouviu. “Ele escutou e mandou para o pessoal da Só Track Boa ouvir também. Eles curtiram e já quiseram lançar na hora!”, revela. E não parou por aí, já que Vintage Culture passou a incluir as tracks nas suas últimas lives (clique aqui e assista ele tocando “New Dimension” a partir dos 23 minutos), dando suporte ao jovem produtor antes mesmo do lançamento oficial.

Inspirado pelo passado, Mehen mantém a cabeça no futuro e segue trabalhando em estúdio. “Venho produzindo junto a artistas da minha região (Mafra, no norte de Santa Catarina) e também estou fazendo uma track com o Nytron, um DJ que tenho como referência no estilo nu disco”, diz. Depois de tocar nos principais eventos da sua região, como El Fortin Origins Tonecity, Klandestine e Field Club Mehen começa 2021 com o pé direito, mostrando a maturidade musical e o potencial para se destacar na nova geração de indie dance nacional. Com suporte de peso, o artista agora não pode ter a projeção que seu som merece nas pistas, mas o público mal pode esperar por ouvir as novas tracks saindo de um bom sound system, seja em casa, no carro, ou futuramente no dance floor.

Sobre Mehen

Timbres nostálgicos e produção primorosa são marcas de Mehen, jovem DJ, produtor musical e instrumentista catarinense que vem ganhando destaque no cenário da indie dance nacional e conquistando suporte de gigantes como Vintage Culture. Não é à toa, já que o artista de 24 anos  consegue transpor para a atualidade o que de melhor a música eletrônica produziu nas últimas décadas.

A busca por um som carregado de emoção e lembranças leva Eduardo Filipe, nome verdadeiro do produtor da cidade de Mafra, no norte de Santa Catarina, a uma jornada muito bem sucedida ao passado, onde busca inspiração para construir baterias com sons orgânicos e linhas de baixo envolventes. Suas músicas são cheias de texturas, com synths que exploram referências que vão do disco music ao tech house, e já saíram por labels como Muzenga, All About House (Reino Unido) e Cool7rack. Seu primeiro EP, “Pour Faith”, sai dia 5 de fevereiro pela Só Track Boa.

Com passagem pelos principais clubs e eventos da região, como El Fortin Origins Tonecity, Klandestine e Field Club – no qual também é residente, Mehen apresenta nas pick-ups um repertório que tem como base um compilado de deep house, house e tech house em uma combinação simples e engenhosa que coloca toda a pista para dançar.

Jornalista, 23 anos, produtor de conteúdo, trabalho com marketing digital na indústria fonográfica. E-mail: [email protected]

Advertisement