Camila Jun estreia em uma das maiores gravadoras de house music do mundo, a Nervous Records, em parceria com Roland Clark

“Shake The Ground” fala sobre o poder da música entre gerações e é o segundo single da artista no ano em selos importantes da vertente

Camila Jun estreia em uma das maiores gravadoras de house music do mundo, a Nervous Records, em parceria com Roland Clark
Das Musik

Como um dos nomes mais quentes da cena eletrônica brasileira atual, Camila Jun está numa crescente exponencial em 2024, conquistando posições expressivas na produção musical. Em menos de seis meses, a artista emplacou duas faixas em gravadoras internacionalmente renomadas no house music, alcançando espaços antes explorados por pouquíssimos brasileiros.

Depois do sucesso de “Super After” (ouça aqui), faixa lançada na Toolroom, que ganhou suporte de Mark Knight e entrou para a coletânea “Toolroom Miami 24” – criada para celebrar o Miami Music Week deste ano -, a DJ e produtora entrega “Shake The Ground” pela icônica Nervous Records (ouça aqui), em parceria com uma das vozes mais lendárias de todos os tempos do house music mundial: Roland Clark.

Com uma forte melodia em um flerte com a disco music, a track é o típico house clássico de ser ouvido e compreendido por sua mensagem, que ressalta a força que a música nos oferece para resistirmos, enfrentarmos e protestarmos. Sendo assim, o novo single da DJ e produtora brasileira aborda o poder da música em atravessar gerações, deixando claro que, como diz a letra do som, “Há algo sobre a música” que precisa ser difundido, bem como “(…) há uma mensagem na música / Há uma história no som” que ambos estão contando neste lançamento.

Com a coragem que a música oferece, Camila Jun fez história. Seu contato com a Nervous Records e com Roland Clark ocorreu sem intermédio, apenas ao pesquisar os contatos na internet e ter a ousadia de mostrar seu trabalho. Desta forma, ela ganhou uma composição exclusiva do artista para a faixa e entrou para a rara lista de brasileiros a emplacar em um dos selos independentes mais antigos dos Estados Unidos, respeitado por sua reputação de arriscar em novos sons e produtores.

Galgando espaços em lugares importantes da cena eletrônica, a brasiliense é uma das grandes representantes do Brasil no house music e um dos nomes de destaque atual. Em quase oito anos de carreira, já dividiu palco com grandes artistas, como Joris Voorn, Claptone e Vintage Culture, e tocou em festivais renomados, como Primavera Sound São Paulo, BOMA e Universo Paralello.

Gagged aborda solidão e individualismo em novo single “Cárcere”

Gagged aborda solidão e individualismo em novo single “Cárcere”

forfun banner POP CYBER

Forfun anuncia show de abertura para apresentações no Rio de Janeiro