Connect with us

Música

The Black Keys estreia “Brothers (Deluxe Remastered Anniversary Edition)”

Published

on

The black keys estreia brothers deluxe remastered anniversary edition
Foto: Divulgação

Para celebrar o décimo aniversário do projeto “Brothers”, do The Black Keys, é relançado com três faixas bônus adicionais: “Keep My Name Outta Your Mouth”“Black Mud Part II” e “Chop and Change”. Esta estreia, já disponível em todas as plataformas digitais, é a primeira de uma série anual de lançamentos de arquivos da banda.

Brothers”, originalmente lançado em 18 de Maio, 2010, foi gravado no famoso Muscle Shoals Sound Studio, no Alabama, Estados Unidos. O álbum foi um avanço na carreira para o The Black Keys, recebendo elogios da crítica e ganhando três Grammys, por ‘Melhor Álbum Alternativo’, ‘Melhor Performance de Rock’, e ‘Melhor Pacote de Gravação’ pelo design de Michael Carney. Após o lançamento na época, a Rolling Stone saudou o projeto como “uma obra-prima” e o Uncut os chamou de “uma das melhores bandas de rock ‘n’ roll do planeta”.

Embora tenham percebido ao chegar ao Muscle Shoals, em um agosto quente e úmido, que o estúdio já tinha visto dias melhores, a banda – vocalista/guitarrista Dan Auerbach e o baterista Patrick Carney – levou o próprio equipamento e prosseguiu. O opressivo clima de verão do Alabama “nos forçou a entrar no estúdio”, Carney disse. “Entramos naquela escuridão e lá permanecemos”.

A dupla gravou nove das músicas originais de “Brother” no que era conhecido como “uma gravação remota em uma sala histórica que foi destruída”, lembra Auerbach, acrescentando que a locação contribuiu para a vibe de “Brothers”: “você pode sentir isso se é um músico, as grandes coisas que aconteciam em um lugar. Metade das coisas que amamos está em nossa mente, mas quando vamos a esses santuários, isso nos dá uma força interior. É mágico – é aí que a música nasceu”.

4d5fddab a584 4518 b4e0 e5e2872ff355

A banda gravou um material adicional em outras locações: a música do álbum “Tighten Up”, feita no Brooklyn, Estados Unidos, com Danger Mouse (Brian Burton), várias outras do cartucho de Auerbach, no porão dele, em Akron, e três no estúdio caseiro de Mark Neill em San Diego. “Chop and Change” e “Keep My Name Outta Your Mouth” são faixas bônus nessa versão de aniversário de “Brothers”. A banda então deu a música para Tchad Blake remixar. Carney relembra, “dissemos a Tchad: ‘faça parecer maluco’”.
O título do álbum destacou um vínculo revivido entre os companheiros de banda de longa data e vizinhos de infância, que passaram por tempos desafiadores pessoalmente e profissionalmente. Carney disse, “eu estava pensando sobre o que o álbum significava para mim – como Dan e eu passamos por esses problemas que irmãos passam onde não se dão bem, mas então você se dá e percebe que é um amor incondicional”. Era uma reminiscência de um dos álbuns favoritos dos Allman Brothers de Auerbach: “assim que Pat sugeriu isso, eu adorei.”

The Black Keys lançou o nono álbum de estúdio, “Let’s Rock”, pela Easy Eye Sound/Nonesuch Records ano passado. O álbum recebeu elogios da crítica, com o Pitchfork dizendo, “esse álbum do The Black Keys é chamado ‘Let’s Rock’.  E é isso que ele faz”. O jornal Wall Street  comentou, “o Black Keys dominou a forma de músicas baseada em guitarra, e a arte em ação nessas dezenas de músicas é algo a se observar”.

Confira a tracklist completa do álbum:

1. Everlasting Light
2. Next Girl
3. Tighten Up
4. Howlin’ for You
5. She’s Long Gone
6. Black Mud
7. The Only One
8. Too Afraid to Love You
9. Ten Cent Pistol
10. Sinister Kid
11. The Go Getter
12. I’m Not the One
13. Unknown Brother
14. Never Give You Up
15. These Days
16. Chop and Change*
17. Keep My Name Outta Your Mouth*
18. Black Mud Part II*

* Faixas bônus adicionais

Advertisement
Advertisement