Categories: música

Conheça SILVA, voz por trás do selo Techno Ladies!

Diz a lenda, que se tivéssemos capacidade de ouvir o Som emitido pelo Universo perceberíamos que a união de todos os planetas, estrelas, seres, partículas e moléculas entoa um cântico constante.

SILVA acredita na importância da música como percussora de momentos e emoções ímpares, capazes de moverem toda a energia que rege o cosmos e, ao se por diante da pista de dança, procura a sintonia desta energia, onde cada fragmento de som, nota e melodia compõem uma parte de seu coração, que é totalmente entregue à cada performance.

Sobre SILVA:

Silva entrou cedo em contato com a música, suas memórias musicais são de uma família que sempre foi apaixonada pelo som.

Minha vó, meus tios e minha mãe sempre tocaram Piano, e era muito bom quando a gente se reunia na sala pra ficar ouvindo cada um tocar uma música. Mas foi meu avô quem mais me marcou, ele começa todos os dias da mesma forma: Acorda, liga o som com alguma MPB e assim ele começa a fazer as coisas do dia a dia. Diz Silva!

E por vir de uma família religiosa, Silva acabou se envolvendo nesse meio, quando era criança estudava em um colégio adventista, então participava de coral, tanto na escola quanto na igreja. Já a percussão surgiu do amor pela Fanfarra.

Meu avô foi muito tempo mestre e quando eu tive idade pra participar eu comecei a tocar repique e lira.

Depois de “adulta”, Silva teve que deixar isso tudo de lado pra se dedicar à faculdade, trabalho e afins mas ela sabia que não era isso que ela queria.

Essa insegurança surgiu ao mesmo tempo em que eu me apaixonei pela música eletrônica e foi a partir daí que tudo aconteceu bem rápido, em um dia eu estava pedindo pro Guedes me ensinar tocar e não demorou nem um mês pra eu estar me apresentando na Cavan.

Fora o apoio dele, eu tive muita gente que me ajudou, vários DJs residentes que me colheram de uma forma fantástica, e foi legal ser a primeira mulher depois de muito tempo sem uma presença feminina ali na casa, isso com certeza me ajudou a abrir muitas portas.

SILVA também conta que a ideia da Techno Ladies, surgiu com o Guedes, era uma festa que já acontecia, mas não era uma curadoria. E um dia Silva pediu pra ele dar o projeto de “presente” para ela, pra assim, poder entrar em contato com outras DJs mulheres e entender um pouco mais sobre como a cena funciona.

E eu recebi apoio de muitas meninas, que compraram o projeto, então eu nem acho justo dizer que eu sou o “rosto” por trás dele. A Techno Ladies é fruto do trabalho de muitas meninas e de muitos homens incríveis que acreditaram na ideia de tornar a cena musical um espaço confortável para todos nós.

Gustavo Neves

Jornalista, 23 anos, produtor de conteúdo, trabalho com marketing digital na indústria fonográfica. E-mail: contato@portalpopcyber.com

PUBLICIDADE