Connect with us

Música

Luísa Sonza comemora aniversário no BeApp, que chega oficialmente ao Brasil com shows de Emicida, Jottapê e outros

Published

on

luisa sonza be app

Enquanto o mercado de live streamings cresce pelo mundo, amplificado pelas restrições impostas ao mercado de eventos, a indústria fonográfica ganhou um forte aliado para entreter os espectadores em casa, apoiando grandes e pequenos artistas: o aplicativo #BeApp, que nos últimos dois meses promoveu mais de 120 apresentações com estrelas musicais de todo o mundo, como Diplo, Katy Perry, DJ Khaled, Anitta, Bhaskar, Steve Aoki e mais alternativos como Dear Humans. Pronto para expansão, escolheu o Brasil para abrir seu novo escritório e abre operações oficialmente em território nacional nesta quinta-feira, 16 de julho, transmitindo ao vivo a apresentação de Luísa Sonza com sua festa de aniversário. A live acontece a partir das 22h no aplicativo, disponível para download nos sistemas IOS e Android.

Com uma equipe de profissionais nacionais e trazendo toda a sua bagagem de produção digital ao vivo para o mercado brasileiro, o BeApp transmitirá 365 dias consecutivos de shows ao vivo com apresentações de grandes artistas nacionais como Luísa Sonza, Emicida, Jottapê, MC Fioti, Rashid, o cantor e compositor Fióti, Trepanado, DJ Meme, Kamau, Elana Dara, Eli Iwasa, Sarah Stenzel e outros a serem anunciados em breve.

Além de transmitir grandes nomes, a plataforma é um espaço aberto para artistas de todos os níveis criarem vídeos e conteúdos em tempo real para se conectarem com seus fãs, promovendo uma experiência que se aproxima ao máximo de um show ao vivo. “No BeApp, estamos realmente democratizando o acesso à música que as pessoas gostam. Queremos conectar as pessoas com a música que eles conhecem e amam, além de uma mistura diversificada de aspirantes a talentos no início e no centro — para que o mundo desfrute sob demanda. É uma plataforma criada por músicos, para músicos e apoio a artistas emergentes que estão no centro de tudo o que fazemos. Naturalmente, a rica herança da cultura musical brasileira garantiu que o Brasil fosse o primeiro mercado a ser lançado pelo BeApp fora da América do Norte. Adoramos o Brasil e mal podemos esperar para colocar os músicos brasileiros, de todas as esferas da vida, na vanguarda desse processo de descoberta ”, afirmou o fundador Ray Smith.

De fato, o Brasil cresceu muito dentro da plataforma e tem 50% de usuários assistindo aos shows ao vivo, o que mostra que o país adotou a transmissão ao vivo e está pronto para passar para a próxima etapa. A chegada do BeApp revela uma herança positiva, pois a demanda surge durante o isolamento social, mas permanece, fornecendo uma conexão entre artistas e fãs ao redor do mundo com maior amplitude e oportunidades de democratização para artistas menores levarem seu trabalho ao público; mas também para que as pessoas tenham acesso à cultura, pois o que é necessário é apenas um smartphone e a Internet. Quem é a próxima grande estrela?

Jornalista, 23 anos, produtor de conteúdo, trabalho com marketing digital na indústria fonográfica. E-mail: [email protected]

Advertisement