Categories: Música

Guardiano lança clipe inclusivo para a inédita “Presente”

Revelando o desejo de simplificar as coisas e aproveitar a vida em sua essência, pensando muito menos no passado e futuro, Guardiano acaba de divulgar videoclipe para a inédita “Presente”. Disponível em todas as plataformas digitais, faixa foi composta durante a quarentena, representando a libertação mental do artista que, mesmo em meio ao caos e seus altos e baixos emocionais, decidiu colocar o pé na estrada e abraçar algo que o salvou durante esse período: a arte.

“Com o começo da quarentena, eu provei de algo que a muito tempo não me colocava à prova: minha própria companhia. No início foi difícil diminuir o ritmo, então vieram algumas frustrações, medos e ansiedades. A arte sempre foi forte aliada em minha vida, servindo como um abrigo. E nesse momento, mais uma vez ela se mostrou uma grande amiga em meus dias, transformando momentos em letras e melodia, e um desejo de afirmar para mim mesmo uma mensagem positiva. Acredito que muitas pessoas passam por isso também. Presente poderia ser uma mensagem de socorro, mas a transformei em uma mensagem de esperança”.

Com quase 3 minutos, registro é embalado por um folk clássico e moderno, acompanhando um batimento ritmado como o coração. Kings of Leon, Creedance e Mumford and Sons são as inspirações desse trabalho. “É essa energia, mas vale destacar que mesmo com a sonoridade “gringa”, eu quero a força de letra que Raul Seixas e Renato Russo fariam, jogando uma realidade, assumindo que não sou perfeito, imaginando que outras pessoas também sentem essa dor. Não acredito que as coisas devem ser “abrasileiradas” e sim que elas devem ser de fato construídas para nossa língua”, destaca.

Intensa, corajosa e vibrante, “Presente” é música de alma e propósito. E, exatamente por isso, ganhou uma versão audiovisual inclusiva, dando voz aos sentimentos da letra e melodia também para quem não consegue ouvir. A tradução e interpretação foi realizada pela Avua Libras.

Cena a cena, videoclipe explora momentos de angustia, desanimo, frustração e, em seguida, retomada de fôlego e forças para encarar e mudar os dias.

Contemplando histórias individuais, mas que também são coletivas, projeto deixa a mensagem de que podemos ser energizados e tocados pela música, gerando um sentimento de felicidade e desejo de aproveitar o agora.

Tags: Guardiano
Gustavo Neves

Jornalista, 23 anos, produtor de conteúdo, trabalho com marketing digital na indústria fonográfica. E-mail: contato@portalpopcyber.com

PUBLICIDADE