Connect with us

Música

Cantora e compositora Pri Pach lança “Brota”, parceria com o produtor Arthur Favero

Published

on

05 Pri Pach Arthur Favero Brota

Depois de se unirem para composições das faixas já lançadas da cantora e compositora Pri Pach, desta vez a artista e o compositor e produtor musical Arthur Favero lançam juntos o feat “Brota”, pelo selo Alma Music Group dentro da gravadora Midas Music. A música chegou hoje às plataformas digitais e vem acompanhada de um visualizer que estará disponível a partir de 12h, no canal da cantora. Ouça a faixa clicando aqui! 

Após o lançamento dos sucessos “Soltinha”, “Abusou” e “Meu Chá”, o primeiro dueto de trabalho da cantora e compositora que, com apenas 25 anos tem se destacado na cena pop e do funk leve, chega com uma pegada mais romântica, diferente das músicas anteriores. A composição de Pri Pach e Arthur Favero fala sobre duas pessoas que se intitulam desapegadas, mas que no fundo elas sabem que não é bem assim.

“Essa é minha primeira faixa romântica, e meu primeiro dueto, então carrega uma certa ansiedade com esse lançamento! Tenho um carinho enorme por essa música, tem bastante sentimento envolvido. Espero poder transmitir tudo isso com esse lançamento”, afirma a cantora.

Acostumada a compôr com Arthur, desta vez a parceria saiu do estúdio e resultou em uma parceria mais que especial. “Eu e o Arthur somos praticamente irmãos musicais! A nossa sintonia no estúdio é surreal, um dá uma ideia e o outro completa, sabe? E foi assim que essa faixa surgiu”, afirma.

“A gente sempre gostou de compor juntos e na época em que a ‘Brota’ foi escrita, pretendíamos criar um acervo de composições para outros artistas inclusive, em algum futuro. Era um trabalho despojado, por diversão. Ou seja, era uma música que tínhamos feito, mas a princípio não seria lançada por nenhum de nós. Entretanto no processo todo de composição e produção desenvolvemos um carinho enorme por ela, decidindo que ela seria meu primeiro lançamento romântico. Alguns dias depois percebemos que ficaria mais linda ainda como dueto e foi aí que escrevemos a parte do Arthur. Nossas vozes combinam muito juntas, não tinha por que essa música não ser um dueto”, conta a cantora sobre como surgiu o feat.

“O processo de composição de ‘Brota’ foi algo que nunca tinha acontecido comigo… Eu acordei em uma sexta-feira com a palavra ‘Brota’ e uma melodia na minha cabeça e, por incrível que pareça, tinha session da Pri Pach no MESMO DIA. Falei pra ela que tinha sonhado com ‘Brota’ e ela amou… Foi no começo da quarentena, então fizemos por call. Começamos a escrever na intenção de passar para um outro artista cantar e foi tudo muito rápido, mas nos apegamos na música e concordamos de fazer nosso feat juntos. Ficou tudo muito lindo”, completa sobre o processo de composição da faixa Arthur.

Pri ganhou destaque primeiramente na cena eletrônica brasileira por suas composições em inglês e collabs com importantes nomes e até hoje suas músicas são muito executadas em países como Alemanha, Holanda, Canadá e Polônia. Agora, a jovem paulistana investe em composições próprias cantadas em português e no mercado brasileiro.

Carreira: Com apenas 25 anos, Pri Pach começou a carreira se destacando na cena eletrônica com muitas collabs de relevância. Empresariada pela Alma Music Group, ela é uma das grandes apostas do funk pop, e vem se destacando pelo talento, personalidade e criatividade. Somando mais de 2.5 milhões de streams em seu catálogo do Spotify, Pri tem atualmente 110,7 mil seguidores no TikTok, onde faz sucesso com coreografias próprias, moda e humor. Na música, suas principais influências são Iza, Anitta, Lexa, Pabllo Vittar, Lady Gaga, Christina Aguilera, Zara Larsson, Tove Lo e Dua Lipa.

A cantora e compositora conta que sempre gostou dos palcos: “Comecei a trabalhar com música aos 15 anos, fiz absolutamente de tudo, até musical infantil. Para mim, o que mais importa é trabalhar com música. Gravei meu primeiro CD aos 15 anos, dos 17 aos 18 eu participei de um teatro musical infantil, aos 19 entrei pro meio eletrônico, e trabalhei como compositora para DJs (ainda trabalho, na verdade) e aos 23 voltei para o pop. Já experimentei de tudo um pouco. Até rock eu já fiz, na adolescência, com a banda do colégio. Eu não me vejo fazendo outra coisa com a minha vida. Estou no palco desde os 5 anos de idade, pretendo ficar para sempre.”

Advertisement