Connect with us

Música

Ava Max lança remix de “My Head & My Heart” com Jonas Blue

Avatar

Published

on

Já está disponível nas plataformas digitais e YouTube a versão remix de “My Head & My Heart”, de Ava Max com o DJ e produtor musical Jonas Blue. A faixa, primeira inédita depois do lançamento do álbum “Heaven & Hell”, já ultrapassou a marca de 8 milhões de streams globais.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O produtor musical de dance-pop, Jonas Blue, coleciona gravações com renomados artistas, como Tiesto, Zedd, Rita Ora, Becky Hill, Joe Jonas, Liam Payne, Lennon Stella, entre outros. O artista acumula diversos sucessos, com mais de 10 bilhões de streams globais e aproximadamente 40 milhões de vendas de singles até o momento. Já foi cinco vezes indicado ao BRIT Award, recebeu o certificado de platina mais de 120 vezes em todo o mundo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Já Ava Max, na última semana, foi uma das personalidades a integrar a tradicional lista da Forbes 30 under 30. A publicação destacou os números impressionantes da cantora, que atingiu mais de 4 bilhões de streams antes mesmo de ter um álbum lançado. E não apenas os números mostram o fenômeno que é Ava Max. A People Magazine também destacou o trabalho da artista. “Heaven & Hell é resultado de anos de trabalho árduo (inspirado nas origens de seus pais, imigrantes albaneses), mas também o ponto de partida para uma das estrelas mais brilhantes da música pop”, diz a publicação. Para ouvir o álbum completo, clique aqui.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Ava Max não conquistou apenas a crítica musical, mas o público ao redor do mundo, que a categorizou como a princesa do pop e uma das maiores vozes femininas da nova geração. Com letras que enaltecem a individualidade e o empoderamento, filha de pais albaneses, a cantora tem quebrado recordes desde que lançou “Sweet But Psycho”.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O single, maior sucesso da artista até hoje com mais de 2 bilhões de streams globais, rendeu à cantora a indicação como uma das melhores músicas de 2019, de acordo com o New York Times, após atingir grandes feitos: permaneceu 10 semanas no Top 100 da Billboard, conquistou platina tripla nos Estados Unidos e selo de platina no Reino Unido – onde se manteve em primeiro lugar nos charts por quatro semanas consecutivas. No Brasil, a faixa recebeu certificado de diamante.

 

 

Jornalista, 23 anos, produtor de conteúdo, trabalho com marketing digital na indústria fonográfica. E-mail: [email protected]