Alceu Valença, Elba Ramalho e Geraldo Azevedo anunciam a live “O Grande Encontro”

Um novo formato, com novo repertório, em tempos de novo normal. Na primeira live que reúne O Grande Encontro, o trio de artistas-amigos, formado por Alceu Valença, Elba Ramalho e Geraldo Azevedo, incluiu novas músicas, que serão mostradas em formato acústico. A apresentação ao vivo acontece dia 5 de julho, domingo, às 16h, com transmissão no YouTube de O Grande Encontro e no canal 500 da Claro TV.

O projeto foi uma realização e produção das empresas Mynd, MV Produções Artísticas, Geração Produtora e Acauã Produtora Ltda, e segue todas as diretrizes de segurança prezando pela saúde de todos. No palco do Teatro Claro Rio, sem plateia, o trio vai ser acompanhado apenas pelos músicos Paulo Rafael e Marcos Arcanjo.

“Tomara” (Alceu Valença), “Talismã” (Alceu Valença / Geraldo Azevedo), “Bicho Maluco Beleza” (Alceu Valença), “Eternas Ondas” (Zé Ramalho / Fagner) e “O Xote das Meninas” (Luiz Gonzaga / Zédantas) são canções que entraram para o repertório do show acústico. Mas eles prometem mostrar, também, músicas que foram gravadas no DVD “O Grande Encontro – 20 Anos” (2016), como os clássicos “Táxi Lunar” (Geraldo Azevedo / Zé Ramalho / Alceu Valença), “Caravana” (Alceu Valença / Geraldo Azevedo), “Sabiá” (Luiz Gonzaga / Zédantas) e “Anunciação” (Alceu Valença). No encerramento, está programada uma homenagem ao compositor pernambucano Carlos Fernando.

Sensível ao momento atual, Elba Ramalho reconhece que transmitir ao vivo é a única ferramenta que os artistas têm, por enquanto, para substituir as apresentações. “É um paradoxo, não tenho plateia na minha frente, mas entendo que meu canto está chegando mais longe. Quero crer que estou levando alegria para mais gente ainda”, conta a artista. Geraldo concorda: “Sinto muita falta do público e do calor dos shows, mas a transmissão ao vivo se tornou o único caminho possível, atualmente. Nunca fiquei tanto tempo longe dos palcos, das viagens, dos aviões. Por outro lado, é muito gratificante saber que a minha arte está chegando a um número muito maior de pessoas, alcançando espaços nos quais nunca estivemos antes”, completa ele.

Alceu Valença reconhece que a internet impulsionou sua carreira e diz que essa é a hora de valorizar as possibilidades que a tecnologia oferece, mesmo não tendo uma plateia calorosa aplaudindo, como costuma encontrar em seus shows solo e nos d’O Grande Encontro. “Durante as lives, eu me comunico com a câmera. O público não está ali, presente fisicamente, mas eu sei que estou cantando aqui no Rio de Janeiro, intimamente, para uma pessoa que está no Ceará, no Rio Grande do Sul, em Portugal, na Ucrânia. Quando estou me apresentando, penso em cada um deles”, explica. A ideia de colocar no novo repertório “Tomara”, lançada em 1992, foi dele: “Que tudo que nos separa / Não frutifique, não valha / Tomara, meu Deus”.

“Especializada em lives, a Mynd promove mais uma vez o encontro entre marcas e artistas. Além de sermos responsáveis pela parte comercial do projeto, também cuidamos da estratégia de comunicação e identidade visual. Queremos que seja um show lindo para todos”, diz Camila Zana, diretora artística da Mynd.

Serviço:

Data: 5 de julho, domingo

Horário: 16h

Transmissão: canal O Grande Encontro no YouTube e no canal 500 para assinantes da Claro TV.

Locação: Teatro Claro Rio

Redação Pop Cyber

O Pop Cyber é um portal informativo independente, que traz a cobertura completa sobre os últimos acontecimentos da música nacional e internacional. E-mail: contato@portalpopcyber.com