Categories: ColunasMúsica

18 Performances inesquecíveis do VMA para (re)ver

Uma das minhas premiações musicais favoritas está chegando: o VMA vai ao ar ao vivo neste domingo, dia 30 de agosto. Arrisco dizer que os momentos mais esperados do evento são as performances. Neste ano, a premiação terá shows de Maluma, Miley Cyrus, The Weeknd, CNCO, Doja Cat, Black Eyed Peas, entre outros. A apresentação mais esperada da noite  é a de Lady Gaga e Ariana Grande, que vão cantar ao vivo pela primeira vez o feat das duas, “Rain on me”. Por conta da pandemia, as apresentações serão espalhadas em vários pontos dos Estados Unidos e serão feitas ao ar livre.

Fiz uma lista das apresentações que mais me marcaram e acredito que seja parecida com a de muita gente que começou a ver MTV ali no finzinho dos anos 90. Algumas estão na famosa lista da Billboard e outras não fizeram tanto sucesso assim, mas garanto que foram icônicas. Separei 18 momentos para vocês reverem comigo. Eu queria colocar em ordem de importância, mas meu coração não soube escolher, então vamos pela ordem cronológica que ninguém sai magoado. Vamos nessa.

  1. N’Sync e Britney Spears – 1999

A princesinha do pop e os caras da boyband eram super miguxos nessa época e o namoro de Justin Timberlake e Britney Spears estava no auge. Eles fizeram uma apresentação em conjunto em um cenário que simulava uma sala de aula. Em meio aos dançarinos, Britney surge. Assim que acaba seu número, uma versão dance de “Baby one more time”, JC e companhia entram para performar “Tearin up my heart”. Não teve muita pirotecnia, mas o número de dança foi impecável. Era o grande forte do N’Sync, na minha opinião.

  1. Backstreet Boys – 1999

O ano foi perfeito para os fãs de boyband, como eu. Na mesma premiação, performances dos arqui-inimigos da música? Bem… A história da inimizade é totalmente fake, como todos já falaram em entrevistas, mas a gente gostava de alimentar a treta. A boyband de Orlando se apresentou com “I want it that way” e “Larger than life”. O “Millenium” tinha saído poucos meses antes e eu coloquei a apresentação na lista porque (óbvio, amo os caras) e porque os passos de dança no “break dance” arrebentam muito! Aquele ano era deles, inclusive o prêmio de clipe do ano por “I want it that way”.

  1. N’Sync – 2000

Desculpa, pouca coisa entre 1998 e 2001 fez tanto sentido pra mim fora as boybands. Cá estavam eles de novo e sempre me impressiono que esta apresentação nunca está entre as favoritas dos sites especializados. Como assim? Um número que começa com “This I promisse you”, vai pra “Bye bye bye” e termina com uma versão ultra-super-mega-descolada de “It’s gonna be me” merece destaque. O mais legal é a coreografia com as TVs que descem do teto. Até hoje não vi nada parecido. Aliás, que me desculpem os artistas mais novos… Nunca mais vi coreografia como essa novamente. Aliás, é do grupo o prêmio de “Melhor coreografia” de 2000.

  1. Britney Spears – 2000

Ela de novo! Segura aí, que ainda vai ter mais Britney nessa listinha. A cantora apresentou um medley com “Satisfaction”, cover dos Rolling Stones que gravou para o segundo álbum e “Oops… I did it again”. Com apenas 18 anos, tudo o que a cantora fazia era um grande escândalo. Britney começou o número vestindo um terninho e do nada tirou tudo, ostentou o corpão em uma malha da cor da pele e mandou ver na coreografia. Sério, icônico. Tão inesquecível que, em homenagem aos 20 anos deste dia inesquecível, a MTV disponibilizou o vídeo em HD no YouTube. À toa que não é, né?

  1. Eminem – 2000

Não é só de música pop que eu vivo, minha gente. A apresentação do Eminem em 2000 foi digna de um astro pop. O rapper estava em alta com “The real slim shady” e levou uma centena de sósias com ele pro palco. Ele também cantou “The way I am”. Aquele foi um ano inesquecível na vida do Marshall Matthers, coroando o artista como figura masculina mais importante da década. Eu amava Eminem. Tinha o CD, sabia cantar rápido e aprendi vários palavrões em inglês com ele. Dessa parte não me orgulho, mas ele é maravilhoso mesmo. Aliás, em “The real slim shady” Eminem tirava sarro de premiações como essa.

  1. Britney Spears- 2001

Foram três anos direto, garota! Em 2001, Britney Spears levou a famosa cobra amarela pra performance de estreia do seu novo single, “I’m a slave for you”. Aquela foi não só a primeira apresentação como também a estreia mundial da música. Até aquela ocasião, nem o clipe tinha saído. O vídeo foi lançado no dia seguinte, quando todos já estavam totalmente hipnotizados pela novidade. Teve até tigre na jaula pra dar o ar selvagem no palco. Na época, Britney recebeu milhares de críticas por conta dos animais vivos. Hoje em dia concordo que é errado, tiraria qualquer animal, mas essa é a minha apresentação favorita da história!

  1. Madonna, Britney e Christina Aguilera – 2003

Depois dessa vocês vão demorar pra ver a Britney de novo nesta lista, prometo.  Madonna juntou no palco as duas rivais do mundo pop para uma apresentação icônica de “Like a virgin”. A apresentação foi surpresa e ensaiada em total sigilo. Ou seja: quando Madonna apareceu cantando “Hollywood” ninguém esperava por aquilo. Britney e Christina estavam vestidas de noiva, em uma homenagem à apresentação da Madonna no VMA de 1984. O que ninguém esperava menos ainda era o que ia acontecer ao fim da performance: uma coreografia sensual das três e os beijos entre Madonna e Britney e depois entre Madonna e Christina. O que eu mais gosto desse vídeo é que a câmera corta bem pra cara do Justin Timberlake nessa hora. Britney e ele tinham acabado de terminar e ainda rolava aquele climão. Essa apresentação foi eleita pela Billboard como a melhor da história. E olha… Duvido que vá mudar.

  1. Justin Timberlake – 2006

O N’Sync já tinha acabado há quase cinco anos e o cantor estava no auge da sua bem sucedida carreira solo. Ele levou para o palco do VMA um pedacinho da sua turnê “Future sex love show”, reproduzindo, inclusive, o cenário e o figurino. Ele cantou “My love” e “Sexyback”. O que eu mais gosto é o que eu mais gostava no N’Sync: ele dança MUITO nessa performance. Justin arrebenta demais.

  1. Lady Gaga – 2009

Essa performance eu não sei se nunca esqueci porque eu amo ou porque fiquei apavorada de medo! Tudo corria bem enquanto ela cantava “Paparazzi”, quando, do nada, começa a sair sangue do seu figurino branco. Tudo uma encenação, claro. Com muito drama, ela ainda tocou piano, deu uma passeada pelo palco de bengala para culminar em outro jorro de sangue e uma saída dramática pendurada numa corda com os olhos arregalados como se estivesse morta. Olha… Dá pra ter pesadelo até hoje, mas foi bonito. E ela garantiu vários dos prêmios da noite, incluindo o de nova artista.

  1. Britney Spears Tribute – 2011

Falei que não teria mais Britney nem tão cedo, mas não falei nada em relação à dezenas de sósias. Em 2011, a princesinha do pop ganhou o Michael Jackson Vanguard Award pela sua carreira e foi homenageada em uma apresentação que reuniu seus figurinos e até apresentações do VMA memoráveis. As coreografias foram reproduzidas por um balé cheio de “Britneys”, incluindo umas crianças muito fofas! O prêmio foi entregue pela Lady Gaga vestida de Joe Calderone. No discurso ela contou como Britney foi uma inspiração e sobre como o mundo do po pnão seria o mesmo sem ela. Não mesmo! Na plateia, Britney ficou super emocionada. E eu também! Ela merece. Ao receber o prêmio, ela anunciou a nossa próxima apresentação escolhida. Vamos lá.

  1. Beyoncé – 2011

Essa apresentação foi demais! Além de ser com “Love on top”, que é a minha favorita da Queen B, a performance quebrou o recorde de comentários no Twitter. Depois de cantar e dançar, Beyoncé simplesmente jogou o microfone no chão, abriu seu terninho e mostrou o que tinha conseguido esconder por meses e até durante a performance: a sua gravidez. A cantora acariciou a barriguinha anunciando que Blue Ivy estava a caminho. Na platéia, o papai Jay Z recebia os abraços de parabéns do amigo Kanye West e dele, claro… Jo Calderone, que estava ao fundo na cena.

  1. Jo Calderone (Lady Gaga) – 2011

Já que falamos dela… Volta aqui, Gaga! 2011 também foi um ano super bacana pro pop no VMA. Além do anúncio da gravidez da Beyoncé e do prêmio da Britney, Lady Gaga estava incorporando seu alter ego masculino Jo Calderone. Ela foi vestida de homem e assim ficou até o final da festa. Quando a câmera pegava a Gaga, lá estava ela tomando um uísque e abusando dos trejeitos masculinos. Para a apresentação de “You and I”, que durou mais de oito minutos, Gaga preparou um discurso, que fez caminhando pela plateia. No discurso, exaltava Lady Gaga, claro! Eu amei tanto isso. Foi divertido e ousado, como só a Gaga sabe ser. Tudo isso antes de se sentar ao piano e fazer uma das suas performances mais enérgicas, com direito a coreografia. Amo, amo, amo.

  1. Justin Timberlake – 2013

2013 foi o ano de Justin Timberlake receber o Michael Jackson Vanguart Awards pela carreira bem sucedida. O cantor preparou um verdadeiro espetáculo, começando por “Take back the night”, sua música de trabalho na ocasião, passeando por TODOS os seus sucessos na carreira solo até… Ai meu Deus… Até o N’Sync simplesmente se reunir novamente! Os cinco integrantes juntos, para homenagear uma das fases mais importantes da carreira de Justin. O retorno pra apresentação era só um boato, mas acabou virando realidade e dando um gostinho de quero mais, porque foi bem rapidinho mesmo. Semanas depois Justin estava aqui no Brasil para a sua primeira vez no Rock in Rio como artista solo. A primeira havia sido em 2001 com a boyband. Eu fui, eu tava.

  1. Britney Spears – 2016

Não podemos negar que é a melhor performer de VMA, sim (opinião pessoal gritando)! Depois de uma apresentação pra se esquecer em 2007, no auge dos seus problemas, a cantora voltou com tudo e se apresentou com G- Eazy com “Make me” e “Me, myself and I”. Não é a melhor apresentação dela, mas, acho que é cheia de significado depois do que passou. O álbum “Glory” estava fazendo sucesso e ela estava em Las Vegas fazendo residência com seu show. Mas o que eu amo mesmo é a clara referência à apresentação de 2001. No final da performance, Britney passa por debaixo das pernas de G- Easy e reproduz o passinho do final da apresentação de “Oops… I did it again”. Vocês sacaram isso?

  1. Ariana Grande e Nicki Minaj – 2016

Não tem nada muito impressionante. O que eu mais gosto nessa performance é que a Ariana faz a coreografia todinha na bicicleta ergométrica e, ainda assim, tá cheia de fôlego pra cantar. Foi quase um spinning ao vivo e ela, como sempre, mandou super bem. Achei o visual lindo também.

  1. Taylor Swift – 2019

A cantora abriu a noite trazendo uma mensagem contra a LGBTfobia com a música “You need to calm down”. A música fala sobre as pessoas que perdem muito tempo da vida fazendo bullying online com grupos marginalizados, principalmente a comunidade LGBT. A apresentação foi toda iluminada pelas cores do arco-íris. No final da apresentação, foi projetado no palco uma chamada pela aprovação do “Equality act”, uma votação que proíbe a discriminação no local de trabalho. Achei fofo e necessário. Ela mandou muito bem! Taylor também apresentou pela primeira vez nesse dia a delicinha “Lover”, do álbum de mesmo nome.

  1. Lizzo – 2019

Outra performance mais que necessária na premiação. Lizzo levou para o palco “Truth hurts” e “Good as hell”. No cenário, um bumbum gigante inflável que tomava conta do palco. Levou com ela um balé formado por profissionais fora do padrão, diferente do que se vê normalmente no VMA. Ela fez um discurso de aceitação maravilhoso e completou o que Taylor começou na abertura.

  1. Shawn Mendes e Camila Cabello – 2019

Tá, pode falar que é fake o casal, mas achei muito linda essa apresentação. Os dois, que começaram a namorar nas gravações do clipe de “Señorita”, apresentaram a canção pela primeira vez ao vivo. Achei sexy, achei bonito. No final ficou aquela expectativa para ver se os dois se beijavam, mas não, não aconteceu. E isso foi o que eu achei mais maneiro!

Essas foram as minhas apresentações favoritas. Britney e Justin Timberlake aparecem várias vezes porque eles merecem, sim (risos). E aí, você concorda? Vamos ver o que o VMA 2020 nos reserva neste domingo!

Ju Pires

Ju Pires é jornalista e produtora de conteúdo com passagem pela rádio FM O Dia, Mix Rio FM e SulAmérica Paradiso. Fã de Britney Spears, seu lema é: “se a princesinha do pop superou 2007, somos capazes de superar tudo”.

PUBLICIDADE