Vicka lança “De Cabeça Pra Baixo”, seu álbum de estreia, e clipe da música “Roda Gigante”

Depois de impactar a internet com seu estilo leve e filosófico, Vicka apresenta ao mundo seu primeiro trabalho completo. O disco conta com 15 faixas que são uma jornada pelo olhar da jovem cantora e compositora tentando decodificar o mundo através de sua poesia. O timbre gentil e convidativo da vocalista leva o ouvinte numa viagem, muitas vezes nostálgica, contada com a ajuda do fiel violão de Vicka.

“Roda Gigante”, atual single da cantora, pode-se entender um pouco mais de sua relação com o passado. O clipe traz uma perspectiva que expande o universo da música e apresenta a artista interagindo com a pequena Eva (filha de Rick Bonadio), que interpreta o seu “eu mais jovem”. Num cenário divertido e cheio de cor, Vicka canta: “Da lembrança que me resta, a memória que ficou é que tudo era festa, tudo tinha muita cor”. É nessa atmosfera lúdica que a mensagem da música segue seu curso e a jovem conclui: “Depois que a gente fica grande, quer que a vida passe devagar”.

“O roteiro, criado e dirigido pelas meninas Az Brunas, teve como ideia criar uma interação entre presente e passado, mostrando como ainda carregamos a essência de quando éramos crianças. A vibe retro da filmagem e o cenário do clipe trazem caraterísticas da minha meninice: banho de mangueira, telefone de lata, brincadeiras no quintal e muita imaginação. Espero que o clipe de `Roda Gigante’ possa trazer boas memórias a quem assistir e, para as crianças, ainda mais diversão. ”, Vicka explica com animação.

Vicka é a principal compositora de todas as músicas do álbum que conta com produção de Rick Bonadio e Renato Patriarca. Explorando principalmente elementos acústicos, a sonoridade em “De Cabeça Pra Baixo” é uma paisagem de texturas que colaboram para comunicar a mensagem das letras de Vicka. Seja lembrando dos “bons tempos”, ou pensando nas incertezas do futuro, a jovem compositora consegue trazer questionamentos de forma graciosa. Em uma das faixas, Vicka canta: “Será que alguém sabe dizer onde tudo se perdeu? Perguntei, mas ninguém respondeu”.

Das 15 músicas, 8 são composições inteiramente de Vicka, sendo essas “Roda Gigante”, “Pra Você Que Vai Chegar”, “Parece Pressa”, “Pausa, Ela É Dela”, “A Canção Mais Bonita”, “Perigo” e “Você Acredita? ”. A jovem também colaborou com artistas como Leo Grazz, Rodrigo Castanho, Jéf, Nathan Carvalho e Miguel Cabral nas outras faixas do álbum, trazendo diferentes nuances para a narrativa de amor e paz que a artista trouxe para o projeto.

Refletindo sobre o processo criativo do álbum, Vicka comenta: “Desde que comecei a morar em São Paulo e fazer parte do casting da gravadora Midas Music, muita coisa aconteceu e quase tudo mudou. Descobri que muitos dos planos e ideias que temos e fazemos não acontecem como a gente espera. A vida é uma surpresa, incerta e inesperada e, assim como o mundo se transforma, nós e nossas expectativas também vão se adaptando ao longo do tempo. São 15 faixas que contam minhas histórias e reflexões dos últimos 2 anos. ”

Vitor Leite e Gabriel Smaniotto se unem no novo single “Insaciável Desejo”

DFONNSO lança “Autoescola”, parceria com a dupla Carol e Vitória