Connect with us

Música

Turma do Pagode e MC Hariel fazem um alerta para o futuro e as próximas gerações na parceria inédita “Estado de Atenção”

Published

on

No Dia das Crianças Turma do Pagode e MC Hariel fazem um alerta para o futuro e as próximas gerações na parceria inédita 22Estado de Atenção22 scaled
(Foto: Divulgação)

Na data que celebra as crianças, a Turma do Pagode, um dos maiores expoentes do gênero no país, com raízes na periferia de São Paulo, volta o olhar para a realidade dos pequenos que ocupam os sinais, as ruas e aqueles que ficam à margem da sociedade com a canção “Estado de Atenção”, em parceria com MC Hariel. Pregando um futuro melhor para as próximas gerações, a faixa traz uma mensagem social necessária e estreia acompanhada de clipe oficial.

Surfando na maré desse meu Brasilzão cercado de corrupção. O povo esquecido, estado de atenção. De donas Marias, nasce mais um João”, diz a letra da canção, composta por Fabiano Art, Davi e MC Hariel. O clipe, produzido pela Casa Beatz, traduz a música através de uma grande maquete, que reproduz a favela, e a projeção de imagens de periferias e de crianças que vivem nesta realidade. Em tom de alerta, mas com otimismo e incentivo a ajudar o próximo, os artistas interpretam a faixa em um jogo de luzes e câmera.

Fabiano, da Turma, explicou a concepção da canção: “´Estado de Atenção´ foi finalizada em um encontro que eu tive com o MC Hariel no estúdio. A gente estava vendo o que fazer, vamos fazer uma música diferente e eu acabei mostrando uma música minha e do meu parceiro de composição Davi, que eu ainda não tinha finalizado. O Hariel ouviu, gostou e fez a parte dele em 3 minutos. Já cantou e gravou na hora. O moleque é fora da curva, talentoso demais e somou muito para esse feat junto com a gente”, conta.

MC Hariel também falou sobre a parceria: “Gravar Com a Turma do Pagode foi uma conexão musical entre Funk e Samba, dois ritmos que foram discriminados pela sociedade durante um bom tempo. Essa união vem pra somar e ajudar o próximo.  Está sendo um grande aprendizado realizar esse trabalho. Música é energia e, através dessa energia, pretendemos chamar a atenção do público com esse ´pedido de atenção´. A turma já tem mais 20 anos de carreira e é uma galera conceituada na música. Eu só tenho a agradecer o convite e a parceria e espero que público abrace essa mensagem”.

Basicamente, a música fala das dificuldades do dia a dia, da corrupção que não é de hoje, é de anos e anos. Fala que temos que nos manter de pé, ter fé, mesmo nas dificuldades, e, sempre que possível, ajudar o próximo. A rapaziada me deu a moral de ficar à frente do projeto e eu só tenho a agradecer a oportunidade. Gratidão”, segue Fabiano, que também idealizou o clipe da música e a maquete presente na produção.

No clipe, tem 2 pontos que, pra mim, são muito legais: o começo com a maquete de uma favela. E o final, com uma singela homenagem a todas as pessoas que se empenham em ajudar o próximo, especialmente, ao nosso amigo Gavião, que participaria da parte do final do clipe, mas, por problemas de saúde, não pôde participar. A gente colocou uma foto dele com algumas crianças. O Gavião é um cara espetacular que integra a CUFA e ajudou muitas pessoas na pandemia. É uma homenagem singela para uma pessoa tão grande, assim como outros grandes espalhados pelo nosso Brasil, super-heróis sem glamour. Esse clipe é para vocês”, finaliza.

Formado por Leiz (tantã e vocal), Caramelo (banjo e vocal), Rubinho (pandeiro), Thiagão e Neni (percussão), Marcelinho TDP (cavaquinho), Leandro Filé (violão) e Fabiano Art (surdo), a Turma do Pagode soma 10 milhões de seguidores nas redes sociais, 3.6 milhões de ouvintes mensais no Spotify, 2.2 bilhões de visualizações no canal oficial no Youtube e 2.2 bilhões de áudio/vídeo streams nas plataformas digitais.

Advertisement