Turista morre ao tirar foto nas Cataratas do Iguaçu

turista morre cataratas do igracu

Nesta terça-feira (18), foi confirmada a morte do turista canadense que caiu esta semana nas Cataratas do Iguaçu. De acordo com reportagem do jornal O Globo, o incidente aconteceu na segunda (17), no momento em que a vítima tentava tirar uma selfie ao lado argentino da passarela.

O homem, que não teve a sua identidade divulgada, tinha 60 anos e estava hospedado em um hotel em Puerto Iguazú. Segundo testemunhas, ele teria subido no corrimão de proteção para fazer a foto, mas perdeu o equilíbrio e caiu. Seu corpo foi encontrado por funcionários de uma empresa que realiza passeios náuticos na região, perto da Tancredo Neves, ponte que liga a cidade argentina em que ele estava à Foz do Iguaçu. Ao acharem o cadáver, os funcionários notificaram a Marinha.

Equipes do Parque Nacional do Iguaçu fizeram buscas incessantes na esperança de encontrar o senhor vivo, entretanto, a alta vazão de água nos Rios Iguaçu e Uruguai dificultou o processo. A região vem sofrendo com chuvas intensas desde a semana passada. Segundo dados da Copel (Companhia Paranaense de Energia), interpretados pelo G1, as Cataratas do Iguaçu tiveram na quinta-feira (13) a segunda maior vazão de água registrada desde 1997. Foram mais de 16,5 milhões de litros por segundo no fluxo. A vazão considerada normal é de 1,5 milhão de litros por segundo.

Na semana anterior, a passarela das Cataratas, no Paraná, ficou três dias interditada, sendo reaberta apenas no sábado (15). Já o circuito da Garganta do Diabo, do lado argentino, está fechado para visitação desde a última quarta-feira (12).

Chopp Munchen

‘Chope München’ movimenta fábricas locais

Anka Brasil 02 e1666218585727

Anka Brasil lança novo álbum “Amor Sem Fronteiras”