Taylor Swift remove seus álbuns antigos da Big Machine de sua playlist oficial no Spotify

Taylor Swift removeu seus seis primeiros álbuns, lançados pela Big Machine Records do Spotify. A cantora sinalizou isso para os fãs nesta quarta (16/12), ao retirar todas as músicas de seus seis primeiros discos da playlist oficial “Taylor Swift Complete Collection”.

A playlist agora conta apenas com 90 músicas – todas de sua fase pós-Big Machine Records. São só os álbuns e canções lançados desde que ela assinou com a Republic Records, em 2018.

Swift saiu da Big Machine Records e não teve direito de comprar os direitos de suas “masters”. Com isso, ela tem os direitos autorais de suas músicas, mas os direitos fonográficos ficaram com a gravadora – que foi vendida para o empresário Scooter Braun.

Mais recentemente, Braun vendeu o catálogo da Taylor para outra empresa por cerca de R$ 1 bilhão. Taylor teve a chance de adquirir de volta os direitos, por intermédio dessa empresa, mas pôs fim à negociação quando descobriu que Scooter Braun continuaria lucrando com seu trabalho. Ela não quer que ele ganhe nada às suas custas.

Sendo assim, a cantora Taylor Swift decidiu regravar todas as músicas de seus seis primeiros álbuns. O pedido aos fãs é que passem a ouvir as regravações, em vez dos álbuns originais nas plataformas digitais. Assim, não ajudam a enriquecer as pessoas que ela não suporta.

Pela retirada dos álbuns originais da playlist Taylor Swift Complete Collection, não deve demorar muito para que a cantora lance as regravações. Taylor, inclusive, já liberou uma amostra da regravação de “Love Story” em uma publicidade de TV criada pelo amigo Ryan Reynolds.

Written by Redação

Trazemos diariamente conteúdo original e informativo para o público que quer acompanhar, em tempo real, os acontecimentos no cenário do entretenimento nacional e internacional.

Felipe Araújo se une a Japinha Conde em seu lançamento, “Você Não Vale”

Pelé Milflows comanda “Sagitariana”, a nova faixa da Altamira