Simon Field conquista suporte de Benny Benassi e Vintage Culture com seu primeiro álbum, “Need No Music”

Essencialmente houseira, obra coroa trajetória de duas décadas dedicadas à música, incluindo sua track para o seriado Elite.

Simon Field conquista suporte de Benny Benassi e Vintage Culture com seu primeiro album 22Need No Music22 POP CYBER
(Foto: Boreal Agency)

Quando, se e como lançar um álbum de estúdio costuma ser uma decisão bastante particular para cada artista. Para o norueguês Simon Field, foram necessários 20 anos de carreira — dos quais 10 foram dedicados ao seu projeto solo como DJ e produtor —, até que, na última sexta-feira de agosto (25), ele nascesse oficialmente.

No entanto, a ideia por trás de “Need No Music” (ouça aqui!), que chegou pela sua própria label, Basement Records, é divertida e despretensiosa. O músico, que já criou trilhas de sucesso para filmes e séries como “Elite” e “Californication”, tocou em clubes históricos como Café Mambo (Ibiza) e Ministry of Sound (UK) e dividiu palco com estrelas do porte de Todd Terry e Roger Sanchez, simplesmente quis reunir, em um só pacote, diversas tracks houseiras, feitas sob medida para as pistas de dança. A exceção fica por conta de “Es Vedrà”, que encerra o LP com uma pegada ambient, baleárica e conceitual.

“Eu quis que o disco refletisse mais de perto o que eu faço nos meus sets ao vivo. Inicialmente, todas as músicas foram feitas para gigs e festivais. Depois de terminá-las, fez sentido lançar algumas delas em um álbum. Todas foram feitas com o coração”, declarou.



Carregando a essência funk/soul e latina que permeia sua trajetória na música desde o começo (Simon já participou de inúmeras bandas e produziu músicos de estilos que vão do country ao rap), “Need No Music” é um dos pontos altos de uma carreira longa, prolífica e cheia de transformações, que agora se encontrou, mais do que nunca, em sua faceta houseira — que bebe, principalmente, do funky tech house ao jackin’ house.

Com apoio de expoentes como Benny Benassi, Chris LakeClaptone, Dombresky, Freejak, Joris Voorn, Kryder, Mark Knight, Morgan Page, Paco Osuna e até Vintage Culture, o álbum encontrou, dentro do público brasileiro, suas maiores repercussões a partir das duas primeiras tracks: “Need No Music” e “Diamond”.

A faixa-título, uma pulsante gema de jackin’ house, já se tornou um clássico nas apresentações de Field, enquanto a segunda, que traz bassline ácida, beats empolgantes, melodias cativantes e vocais soulful, é essencialmente uma poderosa canção motivacional.



Com uma audiência total de mais de 150 milhões de plays no Spotify, que vai de seu país de origem até o México — onde chegou a entrar para o Top 100 do Shazam, graças ao sucesso de “Shake The Tree” na série “Elite” —, Simon prova que nunca é tarde demais para se reinventar e seguir o genuíno chamado artístico que fala com a alma e o coração.

Sobre Simon Field

Simon Field é um aclamado produtor de música eletrônica conhecido por sua abordagem sonora ousada e desafiadora.



Com uma mistura única de influências que vão do ambient e experimental ao pop e eletrônico, com uma série de singles e colaborações de sucesso e mais de 150 milhões de streams em seu currículo, até o suporte da BBC Radio 1, trilhas em filmes de Hollywood e cobertura da Mixmag, Simon Field continua a elevar o sarrafo da criatividade e inovação.

foto de perfil de gustavo neves author do pop cyber

Escrito por Gustavo Neves

Gustavo Neves é jornalista especializado em música e entretenimento, com ampla experiência na cobertura de notícias. Reconhecido por sua habilidade em trazer as últimas novidades e tendências da cultura pop.

Capa Fabio Brazza e Bressan POP CYBER

Fabio Brazza e Bressan fazem convite à desconstrução no single “Homens Melhores Virão”

Oliver Tree scaled POP CYBER

Oliver Tree lança single “Fairweather Friends”