RUBACK e Mariz alcançam Top 1 do Beatport em Psy-Trance com “X-Files”

Gêmeos começaram no Psy 15 anos atrás com seus projetos Wega e Ruback e comemoram feito histórico

RUBACK e Mariz alcançam Top 1 do Beatport em Psy-Trance com “X-Files”
Das Musik

Em uma conquista muito simbólica para a carreira, RUBACK e Mariz alcançam um feito inédito ao chegar ao top #1 de Psy-Trance no Beatport, emplacando o remix de “X-Files”, original de Chakra & Edi Mis, feito e lançado pela Iboga Records, no chart (ouça aqui).

Há um ano, Lucas e Marcos Ruback Schmidt trouxeram de volta o RUBACK, mas com uma nova identidade – focado no Techno Melódico e tocando em grandes festas, como em edições do Zamna ao redor do mundo e Afterlife Tulum. Porém, suas raízes no Psy-Trance podem ser claramente notadas em sua sonoridade, como no novo lançamento desta sexta-feira (28), “SERENA”, em parceria com o leste-europeu Amesens (ouça aqui).

A dupla começou exatamente no Psy-Trance há 15 anos em projetos como como WEGA e Ruback, rodando o mundo em raves e festivais. O curioso é que Mariz, parceiro neste remix de “X-Files”, também veio do gênero. Foi no intuito de valorizar as raízes de ambos que resolveram reviver o hino de Chakra & Edi Mis, dando uma nova roupagem ao clássico que eles tanto ouviram (e tocaram) há mais de uma década, lançando na lendária Iboga Records. Mostrando sua atemporalidade, a nova versão de “X-Files” viralizou entre os big names do Techno Melódico – com suportes massivos de Tale of Us, KAS:ST e Øostil, por exemplo -, e conquistou respeito de inúmeros outros do Psy-Trance, chegando, agora, a dividir o ranking do Beatport com vários artistas admirados pelos próprios brasileiros, como Ace Ventura, Zen Mechanics, GMS e mais.

53276d57 2716 22c7 e282 1968c6db2a79 POP CYBER
Das Musik

Novo lançamento

Com a mesma pegada de misturar elementos do Psy-Trance às melodias do Techno, a mais nova aposta de RUBACK é a faixa “SERENA”, produzida ao lado de Amesens, pela ERRORR. O resultado é uma track poderosa, que leva um canto hipnótico com capacidade de conduzir a multidão por uma jornada transcendental. “SERENA” já ganhou suporte de nomes como Fideles e tem causado um grande impacto nas pistas.

ERRORR

Com o objetivo de fomentar e fortalecer a comunidade do Techno Melódico e experimentar com novas sonoridades e ideias, a ERRORR foi criada pelo RUBACK para gerar um movimento de união entre artistas promissores e nomes já estabelecidos do cenário mundial da vertente. Desta forma, a marca atua como gravadora e label party, apoiando jovens talentos do Brasil a mostrarem seu trabalho e trazendo artistas internacionalmente respeitados ao país.

A nova edição da festa, marcada novamente em São Paulo (SP), no dia 6 de julho, inova ao adicionar um artista de Psy-Trance à programação, Blazy, mostrando que os caminhos entre as duas vertentes estão cada vez mais próximos. O line-up ainda conta com RUBACK, Adam Sellouk, Bolth, Curol, Omnya e Space Motion. Os ingressos estão à venda na plataforma Ingresse (acesse aqui). É o primeiro show audiovisual que aderiu à política “no phone policy”, onde filmagens com o celular são proibidas.

Além disso, em 6 de setembro, RUBACK leva a ERRORR a Salvador (BA), com direito a Vegas, um dos maiores fenômenos do Psy-Trance, em um feito raro: tocando techno. D-Nox, Pacs, Victor Alc e Kihmera completam o line-up. O pré-cadastro está disponível (acesse aqui).

Produzida por Blackalquimista e com versos de Beto Cruz, Malokero Anônimo, Hébano e DJ Simão Malungo, “Quais São?” é um tributo ao movimento Hip Hop

Produzida por Blackalquimista e com versos de Beto Cruz, Malokero Anônimo, Hébano e DJ Simão Malungo, “Quais São?” é um tributo ao movimento Hip Hop

Raíz Forte Marcella Calixto Fotógrafa

Lílian Rocha celebra suas origens com o lançamento duplo de “Raiz Forte” e “Gracinha”