Rod Krieger dá início ao segundo disco com o single Cai o Sol e Sobe a Lua

Quatro anos após a estreia solo com o disco A Elasticidade do Tempo, o artista lança canção que dá vida ao novo álbum

Rod Krieger da inicio ao segundo disco com o single Cai o Sol e Sobe a Lua scaled POP CYBER
Rod Krieger por Daryan Dornelles

Cai o Sol e Sobe a Lua foi a primeira canção a ser escrita, “talvez a única composta em Lisboa”, lembra o gaúcho Rod Krieger que escolheu Portugal como sua segunda casa desde 2019. Hoje, vivendo entre o oeste português e o Rio de Janeiro, ele lembra dos dias quando teve acesso a obras de compositores portugueses, tendo se conectado principalmente com os primeiros discos de Jorge Palma. Foi neste momento que nasceu a música que viria a ser o pontapé inicial para o disco, que será lançado em Outubro.

“Como essa música é mais antiga, e quando foi criada não existia a pretensão de gravar um álbum, fiz algumas versões até chegar no resultado final. Então, ela acabou por ser uma espécie de laboratório para o que viria a surgir, como se fosse uma matriz. Às vezes, ficava criando versões para ela e surgiam outros fragmentos que se transformavam em novas canções. Sem querer acabei gerando o que viria a ser o segundo disco”, comenta Krieger.

Space Rock com batidas eletrônicas e melodias pop psicodélicas: é nesta fusão de ritmos que o artista aposta a sonoridade. Já sobre a letra, ele reforça a influência da vida numa aldeia portuguesa: “Penso que nessa nova fase estou escrevendo de uma forma mais introspectiva, muito influenciado pela minha vivência na aldeia Sobral do Parelhão, que fica no oeste português. De uma certa forma, aquela vida um tanto bucólica acabou caracterizando um pouco as letras”. O processo de composição foi sob controle total do compositor, tanto que todos os instrumentos foram registrados por ele mesmo, no seu próprio estúdio, com exceção da flauta por João Mello, e das teclas que ficaram por conta de João Nogueira.

A obra completa, que será lançada em Outubro, vai compor um filme que tem como pano de fundo a pequena aldeia de Sobral do Parelhão, localizada na cidade de Bombarral, no distrito de Leiria, em Portugal, onde o disco foi gravado de 2021 a 2023.

8SSSDEKHCzwGFwDBZRNPTOpUmGGpjuBAKW6npOiScrWK3IPo6pZFZCjX9k3BUFHXqDzc2jYkeQQLyJjYs 3gVLPEknSxy3qIrUhJeky6uK QK9l9QTZgcl9vGdgZuHSTUdyshOBQw EeKQwL2XOV1uA POP CYBER
Capa de Cai o Sol e Sobe a Lua / Design por Leo Sandi e foto por Daryan Dornelles

Vídeo

Krieger assina também a direção audiovisual – todas as canções do álbum terão um vídeo que juntos farão parte de um filme experimental surrealista protagonizado pelo artista e com co-direção de fotografia e captação pelo fotógrafo Daryan Dornelles. Daryan e Krieger seguem parceiros desde o primeiro disco do artista, A Elasticidade do Tempo.

O registro de Cai o Sol e Sobe a Lua foi o primeiro teste do que se tornou o projeto. “Estava sozinho e precisava de algo simples, então percebi que câmeras paradas facilitariam a minha vida. A ideia inicial era apenas o personagem estático, sem falas, com a música rodando, mas casualmente na época em que filmei estava assistindo Twin Peaks e a cena do rosto sobreposto na imagem me pareceu uma boa sacada, então, resolvi pegar a ideia ‘carinhosamente emprestada’. E se encaixou muito bem com a concepção de imagem que vinha trabalhando e com a textura da música, que tem várias camadas de teclados e sintetizadores. As legendas vieram depois para dar um ar de filme mesmo”, lembra.

Quanto ao conceito do vídeo, ele conta que surgiu no meio do processo: “fui explorando novos caminhos durante todo o tempo que  estava filmando, e na edição experimentei tudo até ficar no ponto. O meu trabalho foi mais me fazer parar de criar do que de continuar criando. Como foi a primeira vez que me arrisquei sozinho nessa empreitada de filmar, editar e dirigir, deixei fluir a criatividade ao mesmo tempo que ia descobrindo os caminhos a serem abertos”.

MC Versa se une a multiartista travesti gaucha Re Moraes no single 22Ima de Bandido22 scaled POP CYBER

MC Versa se une a Re Moraes no single “Imã de Bandido”

Caosmaria transcende generos ao fundir hardcore Congada Jongo e Maracatu em novo EP 22Zum Zum Zum22 POP CYBER

Caosmaria Celebra a Vida na Estrada e a Cena Alternativa Brasileira em novo Clipe “Almacegueira”