Connect with us

Música

Revelação do trap, Folky lança clipe de “Trapstar”

Published

on

Folky Trapstar Capa single
(Foto: Divulgação)

O que um jovem artista tem em comum com o meio que vivencia? É de lá que surgem suas experiências de vidas e relações humanas. E para falar sobre sua música, o Folky lança nesta sexta-feira (1º) o clipe de “Trapstar”. Retratando sua própria história de vida, o single, nas palavras de Folky, fala sobre “Droga, liberdade, sensações inexplicáveis, revolta, grito que ninguém escuta, muita coisa minha música é tudo que eu quiser que seja”. 

A faixa, que já está disponível nas plataformas de streaming, marca mais um momento de ascensão na carreira do artista. 

Segundo o Folky, que começou sua carreira musical aos 12 anos, a faixa é quase que uma materialização de sua vida. “Comecei com 12 anos, rimando nas batalhas de rima, minha relação com a música sempre foi gigante desde pequeno”.

Das composições para as batalhas de rima, Folky foi campeão estadual em 2019, superando cerca de 500 outros participantes. Aos 18 anos, no entanto, segue mostrando sua verdade. De artista de rua a futuro nome de sucesso, a trajetória de Folky representa muito da nossa sociedade. 

Essa música retrata o choque entre minha vida pessoal e profissional, como é complicado lidar com as duas vidas, mesmo assim me mantenho um ‘Trapstar‘”, completa Folky.

Sobre Folky

Aos 18 anos, Folky tem na música seu refúgio e seu lugar de fala. Assim, dedicando aos trabalhos desde os 12 anos, vê na cultura um misto de trabalho e essência. 

Com origem nas paradas de rima de rap, o artista investe em uma das vertentes do estilo que mais crescem no Brasil, o trap. Que segundo ele, é o rap mais comercial. 

Em maio de 2021, Folky apresentou sua primeira faixa autoral, “Vivências”, que também remete à sua história de vida, onde canta “À frente do tempo ninguém reconhecia, treinava mais de 5 horas por dia, agora vocês vão ver minha magia”. Assim, a busca pelo reconhecimento dialoga com o trabalho bem construído do artista. 

“‘Vivências’ é o grito de liberdade de um artista, buscando novos sonhos e horizontes manifestando a sua arte de uma outra forma”, completa. 

Jornalista, 23 anos, produtor de conteúdo, trabalho com marketing digital na indústria fonográfica. E-mail: [email protected]

Advertisement