Connect with us

Música

rafeau reúne canções climáticas sobre paixões e obsessões no EP de estreia, “Muito Amor. Muito Sangue”

Avatar

Published

on

rafeau
Foto: Divulgação

O cantor e compositor carioca rafeau vai de canções intimistas a temáticas universais no seu EP de estreia, “Muito Amor. Muito Sangue”. Reunindo influências de R&B, pop, música alternativa e experimental, ele canaliza de Pink Floyd a Lana Del Rey nessa primeira leva de canções que inaugura sua carreira musical. O álbum chega com um clipe para o single mais recente, “Super”.

Além desta, rafeau havia antecipado a identidade desse trabalho com canções como “Homem Morto Andando”, “Eu nunca serei belo o suficiente para nos fazer belo de novo” e “Joe”, com beats, guitarras e sintetizadores abrindo caminho para uma experiência intensa e sensorial. Em “Super”, o artista foi a fundo nas inspirações tanto musicais quanto estéticas, já que a faixa foi a escolhida para ganhar seu primeiro clipe.

“A concepção do projeto se deu a partir do paralelo que criei entre o filme ‘Melancolia’, de Lars Von Trier; e ‘Persona’, de Ingmar Bergman. O fato da música se tratar sobre amor próprio e amadurecimento casou com o ano de 2020, de certa forma, e com a introspecção de ambos os filmes. Um dos motivos que me encorajou ainda mais a ter Persona como referência para o vídeo, foi por conta do próprio Bergman se projetar nas duas personagens Vloger e Alma (Liv Ullmann e Bibi Andersson, respectivamente) pra questionar a busca por uma imagem de si mais palpável, quando todos nós nos tornamos multifacetados durante a vida, consequência do tempo e amadurecimento”, reflete rafeau.

Ele abraça sua persona musical após se destacar como Rafael Fonseca, ator e artista multiplataforma. A união da experiência dos palcos com a necessidade de se expressar se transformou em poesia. Desde sempre compondo, planejando e rascunhando o início de um projeto musical, rafeau faz de “Muito Amor. Muito Sangue” o primeiro capítulo dessa nova vivência artística.

“Com esse trabalho eu me apresento para além do som e da imagem estática a exemplo das capas dos singles. Por ser um EP que contará com um videoclipe, acredito que é uma oportunidade nova para acompanhar a narrativa do meu trabalho de uma forma ainda mais visual de forma paralela à experiência sonora”, conclui.

O EP chega às principais plataformas de streaming e o clipe, ao canal de YouTube oficial do artista.

Jornalista, 23 anos, produtor de conteúdo, trabalho com marketing digital na indústria fonográfica. E-mail: [email protected]

Advertisement