Connect with us

Música

Projota lança clipe de “Perto do Céu”

Luan Veiga

Published

on

Projota lança nesta quarta-feira (26) seu novo clipe: “Perto do Céu”. O vídeo da música, que faz parte do projeto “Tributo aos Sonhadores I”, já pode ser visto no canal do YouTube do artista (http://youtube.com/projota). Com a música, o rapper faz uma grande homenagem a Chorão. “Ele é um dos principais sonhadores que eu conheci”, afirma Projota.
“Eu encontrei com Chorão no Ibirapuera e ele me abraçou muito. Ele falou que uma música minha, ‘Chuva de Novembro’, tinha tirado ele da depressão. Ele me abraçou, me agradeceu, trocamos telefone. Quando estávamos marcando de ir para o estúdio, aconteceu o que aconteceu”, emociona-se Projota: “Eu chorei muito quando eu escrevi essa música”.
Sobre a composição da faixa e o significado dela, Projota pontua: “Compus ao lado do meu amigo Rodrigo Marques, que fez esse arranjo lindo no violão. Ela fala sobre saudade, esperança, vida. Fala sobre um dos maiores sonhadores que já caminhou nessa terra, meu mestre Chorão. Fala sobre perdas e ganhos, fala sobre minha mãe”.
Fã de Chorão e da banda Charlie Brown Jr., o rapper mostra a força que um artista que você admira tem para te fazer seguir adiante: “A gente ouvia e ouve Charlie Brown até o dia nascer, e sempre vai ser assim, é também uma homenagem aos músicos e a todos os fãs dessa banda, assim como eu. É uma música que ao mesmo tempo que me machuca muito, ela mesma me cura” conclui Projota.
A faixa é a terceira do álbum “Tributo aos Sonhadores I” a ganhar um clipe. Os vídeos de “Sei Lá” (part. Vitão) e “Celta Vermelho” já foram lançados e também estão disponíveis no canal do Youtube de Projota.
Lançado em abril, “Tributo aos Sonhadores I” é composto por oito singles inéditos. Cada faixa fala da vida do rapper, da infância no subúrbio ao estrelato – sem nunca esquecer suas raízes. “Todas as faixas foram escritas e produzidas por mim. É uma autobiografia e fiz questão de estar completamente envolvido em cada detalhe”, explica Projota.
Letra

Lembra quando a gente ainda acreditava na vida

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cada vez que o Ayrton Senna ganhava a corrida

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Eu olhava pro mundo como se fosse meu

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Isso não fazia que o mundo fosse menos seu

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Mas se ele fosse seu você me emprestava

E eu devolvia na semana que vem

Meu pai chegava em casa com o Suflair que ele comprava no trem

São coisas que atormentam minha mente nesses dias que a saudade vem

E o porquê eu não sei

Mas nesse céu azul ainda não te encontrei, yeah

E eu vou observar as estrelas pra te ver brilhar, yeah

E o porquê eu não sei

Mas nesse céu azul ainda não te encontrei (não te encontrei)

Eu vou observar as estrelas

E a gente ouvia o Charlie Brown até o dia nascer

O mundo era nosso quintal

Não dá pra esconder (não dá)

E eu vou falar de uma vez pra esse mundo sem leis

Que a minha lei é viver (a minha lei é viver)

E quando toca o Charlie Brown (o que)

Me faz lembrar de você, yeah

Vem, vem

E quando tudo parecia tá errado

Eu ligava o som pra ver quem tava do outro lado

E ouvia aquela voz de um louco marginalizado igual a mim

Que dizia pra eu lutar até o fim

E eu sei que a vida pode parecer cruel

Mas todos nascem pra fazer o seu papel

E eu aprendi que os bons se vão primeiro 

Porque quando estão na Terra eles já vivem bem mais perto do céu

Que saudade mano

E o porquê eu não sei

Mas nesse céu azul ainda não te encontrei (não te encontrei)

E eu vou observar as estrelas pra te ver brilhar, yeah

E o porquê eu não sei

Mas nesse céu azul ainda não te encontrei (não te encontrei)

Eu vou observar as estrelas (vem, vem)

E a gente ouvia o Charlie Brown (Charlie Brown) até o dia nascer

O mundo era nosso quintal

Não dá pra esconder

E eu vou falar de uma vez pra esse mundo sem leis

Que a minha lei é viver (a minha lei é viver)

E quando toca o Charlie Brown

Me faz lembrar de você, yeah

Naquele tempo eu fui eu

Mas eu não sei por quanto tempo eu fui eu

Em algum quilômetro desse túnel eu me despedacei (eu me despedacei)

Naquele tempo eu fui eu (eu)

Mas eu não sei por quanto tempo eu fui eu (não sei)

Em algum quilômetro desse túnel eu me despedacei

E a gente ouvia o Charlie Brown (Charlie Brown) até o dia nascer

O mundo era nosso quintal

Não dá pra esconder (não dá pra esconder)

E eu vou falar de uma vez pra esse mundo sem leis

Que a minha lei é viver (a minha lei é viver)

E quando toca o Charlie Brown (Charlie Brown)

Me faz lembrar de você, yeah

Sócio do Pop Cyber, que tornou-se um dos maiores portais sobre música no Brasil. E-mail: [email protected]

Música

Tropkillaz lança “Oooh (i like it)”

Avatar

Published

on

Foto: Divulgação

Já está disponível em todas as plataformas digitais o remix “Oooh (i like it)”, do duo brasileiro Tropkillaz. A canção chegou acompanhada de um vídeo oficial. Dirigido por Marco Loschiavo, o clipe usa técnicas de VFX, IA (Inteligência Artificial) e Deepfake, trabalho que leva a assinatura de Fernando 3d Leandro “Na Pratica”, que já trabalharam com Bruno Sartori, brasileiro conhecido como “O rei das deepfakes” pelos seus vídeos satirizando o governo atual.  “Oooh (i like it)” é o primeiro videoclipe oficial de música a usar a técnica.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Para quem não está familiarizado, deepfake é uma tecnologia que usa inteligência artificial (IA) para criar vídeos falsos, mas realistas, de pessoas fazendo coisas que elas nunca fizeram na vida real. Efeitos especiais de computador que criam rostos e cenas no audiovisual são algo comum quando o assunto é cinema, mas a grande diferença do deepfake, termo que apareceu em 2017 no Reddit, está em como ele pode ser produzido.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Sobre o clipe Zegon conta: “Ficou algo muito louco, porque mistura várias histórias e situações engraçadas, um trabalho incrível dos diretores, todos os detalhes de colocar os nossos rostos em vários corpos e em diversas situações. Isso trouxe algo bem diferente, algo que a gente nunca fez, e eu acho que o público vai gostar muito desse trabalho”.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A versão original de “I liket it” foi lançada em 1982. Ela faz parte do álbum “All This Love” do grupo norte-americano DeBarge, conhecido pela sua fusão de estilos como R&B, Soul, Funk e música Pop.⁠

’I Like It’ é uma música que nós temos há alguns anos, já havíamos tentado lançar antes e acabou não dando certo, por diversos motivos burocráticos, mas agora finalmente conseguimos. A faixa já passou por diversas modificações, várias versões de acordo com o tempo, e agora finalmente a gente achou um norte pra ela e estamos muito contentes com o resultado”, conta Laudz.

A faixa também marca o começo de uma retomada do Tropkillaz às suas origens, o estilo único de fazer uma colagem musical de épocas, uma verdadeira mistura do antigo com o novo que é exatamente como o duo começou. “Acho que a gente consegue passar bem o que é a origem do Tropkillaz, de misturar um som da motown, de R&B com funk, afro beat, bazz music e até um pouco de house. É mostrar uma coisa antiga, vamos dizer assim, uma coisa clássica, transformada pros dias de hoje, que acaba conversando com todos os tipos de público e essa é a ideia que nós damos para essa retomada do Trop para as origens”, finaliza Zegon.

O último lançamento do Tropkillaz foi a canção “Sistema Obtuso”, em parceria com o rapper Criolo.

Continue Reading

Música

Daniel lança “Amei Uma Vez Só”

Avatar

Published

on

Foto: Divulgação

Desde 2019, Daniel vem lançando canções, regravando sucessos e concedendo a sua interpretação a músicas do universo romântico. A partir desta sexta-feira (22), mais uma novidade ganhará as plataformas digitais: “Amei Uma Vez Só”, composição de Tivas e Edy Uchôa.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“Essa canção é especial, porque gerou muita expectativa. Manoelzinho (meu eterno produtor) me apresentou essa música, falou que era do Tivas e de um parceiro. Então esperei o Tivas lançar e, com o consentimento dele e do Uchoa, agora ela estará também no meu repertório”, celebra Daniel.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Ao longo dos anos de carreira de Daniel, Tivas foi um parceiro mais que especial, desde a época de João Paulo & Daniel. Ele está presente no repertório como autor, ao lado de parceiros, nas composições de sucessos como “Eu Me Amarrei”, “Malícia de Mulher” e “Tá Faltando Alguém”.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Como sempre, Daniel participou ativamente do processo e também assina a direção musical ao lado de Rodrigo Costa. Sobre a gravação, Daniel já adianta: “É uma música pra cima, tem uma vibe legal. Essas levadas são demais, porque além da essência ser romântica, traz também elementos pulsativos e de alegria. Ela vai ao encontro de muitas histórias de amor”, define Daniel.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 

O novo single de Daniel, “Amei Uma Vez Só”, está disponível nas plataformas digitais via ONErpm e o vídeo da faixa está disponível no YouTube.

Sobre a ONErpm: Considerada uma potência na redefinição da nova indústria da música, a ONErpm é uma das empresas do ramo que mais crescem no mercado global. Com mais de 3 mil canais do YouTube que geram coletivamente mais de 8,5 bilhões de views por mês, a ONErpm é também a maior network de música da América Latina e uma das maiores do mundo.

Com escritórios e estúdios em Nova York, Nashville, Miami, Atlanta, Los Angeles, São Francisco, São Paulo, Rio de Janeiro, Recife, Lima, Santiago do Chile, Buenos Aires, Bogotá, Cidade do México, Kingston, Madrid, Kiev, Abuja e Moscou, a ONErpm ocupa um espaço único entre gravadora tradicional e distribuidora, aproveitando de sua própria tecnologia, marketing, análise e suporte local para fornecer soluções de negócios para mais de mais de 100.000 artistas, gravadoras e criadores de vídeos em todo o mundo.

Continue Reading

Música

Jorge Aragão lança álbum completo com registros da turnê “Jorge 70”

Avatar

Published

on

Foto: Divulgação

Chega às plataformas digitais nesta sexta-feira (22), o álbum “Jorge 70: Ao Vivo em São Paulo”, novo projeto de Jorge Aragão. Em comemoração aos 70 anos de idade, o cantor realizou uma turnê nacional em 2019. O show “Jorge 70” percorreu o país todo e contou com composições marcantes e grandes sucessos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Jorge Aragão traz para as plataformas digitais o registro do show gravado antes da pandemia, no Tom Brasil, em São Paulo, no mês de fevereiro de 2020. O sambista apresenta ao público um show retrospectivo que passeia por canções que marcaram a sua trajetória musical. Seguindo um cronograma de lançamentos, após 4 EPs, o cantor disponibiliza o projeto completo, sendo “Não Sou Mais Disso” a faixa de trabalho.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Com 20 álbuns acumulados e mais de 40 anos de estrada, Jorge Aragão deu início a sua carreira nos anos 1970, integrando o grupo Fundo de Quintal – um dos mais importantes grupos do gênero. Compositor de diversos sucessos, consagrou-se nas vozes de Elza Soares, Beth Carvalho, Alcione, Leci Brandão e Ney Matogrosso.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O novo álbum de Jorge Aragão, “Jorge 70: Ao Vivo em São Paulo”, está disponível nas plataformas digitais via ONErpm.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Considerada uma potência na redefinição da nova indústria da música, a ONErpm é uma das empresas do ramo que mais crescem no mercado global. Com mais de 3 mil canais do YouTube que geram coletivamente mais de 8,5 bilhões de views por mês, a ONErpm é também a maior network de música da América Latina e uma das maiores do mundo.

Com escritórios e estúdios em Nova York, Nashville, Miami, Atlanta, Los Angeles, São Francisco, São Paulo, Rio de Janeiro, Recife, Lima, Santiago do Chile, Buenos Aires, Bogotá, Cidade do México, Kingston, Madrid, Kiev, Abuja e Moscou, a ONErpm ocupa um espaço único entre gravadora tradicional e distribuidora, aproveitando de sua própria tecnologia, marketing, análise e suporte local para fornecer soluções de negócios para mais de mais de 100.000 artistas, gravadoras e criadores de vídeos em todo o mundo.

Continue Reading
Advertisement