Categories: Música

Pop Crave lista as músicas que deveriam ter virado single em 2019

O Pop Crave, site especializado em músicas pop, está liberando suas listas de final de ano (mesmo nos momentos finais) e, como foi definido pelo próprio site, estão tentando mostrar justiça para aqueles álbuns e músicas que mereciam mais reconhecimento. Com base nisso, o site listou as 10 músicas que deveriam ter virado single nesse ano. Confira abaixo:

Beyoncé – “Before I Let Go”

Além de lançar seu aclamado documentário na Netflix, “Homecoming”, Beyoncé abençoou seus fãs com um álbum ao vivo de mesmo nome, que incluiu a faixa bônus, “Before I Let Go”. A faixa de 1981 mostra perfeitamente a magnitude de seu show do Coachella e teve o maior número de streamings no Spotify entre todas as outras canções do álbum álbum (37 milhões até o momento). “Before I Let Go” poderia ter sido um sucesso nesse ano, se fosse enviado às rádios e tivesse um videoclipe oficial.

Tyler, The Creator – “WHAT’S GOOD”

Tyler, The Creator alcançou novos patamares tanto com a crítica quanto com as plataformas de streaming em seu quinto álbum de estúdio, ‘IGOR’, tornando ainda mais confuso o motivo pelo qual o projeto teve apenas um single oficial. O single principal, “EARFQUAKE” chegou ao 13º lugar na Hot 100 – sua posição mais alta até o momento. Embora não tenha entrado na Hot 100, “WHAT’S GOOD” continua sendo uma das faixas mais acessíveis do projeto altamente experimental que merece um lugar no repertório de todas as casas noturnas. Tyler descreveu melhor a faixa quando legendou o seu vídeo com duas palavras simples: “aumentar o volume”.

Lizzo – “Boys”

É difícil culpar Lizzo pelas escolhas de seus singles, uma vez que eles foram pensados só no desempenho nos charts. Enquanto “Good As Hell” fez todo o sentido como o single sucessor de “Truth Hurts”, ainda estamos torcendo pelo azarão de 2018 que é “Boys”. A música tem toda a atitude e energia de “Truth Hurts” com uma qualidade que faz com que pareça destinada a todas as pistas de dança. Ainda não é tarde demais para dar nova vida a este single de 2018 nas rádios e plataformas de streaming. Além disso, é absolutamente perfeito para um remix – funcionaria muito bem com Bruno Mars.

Taylor Swift – “The Man

Enquanto Taylor Swift tem enfrentado problemas como mulher na indústria musical, “The Man” marca a primeira vez que ela deixa explícito seus pensamentos feministas em uma canção. As letras oportunas da faixa sobre empoderamento feminino e “homens versus mulheres” a tornam uma boa opção para single, especialmente quando analisamos os problemas entre a cantora e Scooter Braun . Mesmo que a música não tenha atingido um sucesso maciço nas paradas, escolher “The Man” como single teria valido a pena só pela letra poderosa e o videoclipe icônico que certamente iria ganhar.

Megan Thee Stallion – “W.A.B.”

Praticamente todas as músicas da mixtape de Megan Thee Stallion lançada em 2019, ‘Fever’ merecem virar single, mas “WAB” (Weak Azz Bitch) é nossa favorita. Com seu baixo, pop eletro-pop e um refrão que qualquer um pode cantar, “WAB” captura perfeitamente a energia carismática de Megan que a tornou a melhor “Hot Girl Summer” de 2019. Parece o cruzamento perfeito entre pop e rap. exatamente os públicos que compõem a fã base de Megan.

Carly Rae Jepsen – “Want You In My Room”

“Want You In My Room”, de Carly Rae Jepsen, é outro exemplo mágico de uma música pop sensível e de qualidade. Após o lançamento dos singles “Party For One”, “Now That I Found You” e “No Drug Like Me”, “WYIM” provou ser a música preferida dos fãs, graças ao som influenciado pelos anos 80 e ao Daft Punk trazendo seus arranjos.

Billie Eilish – “My Strange Addiction”

Com 172 milhões de streams ​​apenas no Spotify, essa música, que faz parte do maior álbum de estréia do ano, é um sucesso esperando para acontecer. A música mais melódica e pesada do disco, mas que mantém essa astúcia de Billie Eilish , teria sido uma excelente acompanhante do smash hit “Bad Guy”. Com a cantora sendo um dos nomes mais legais da música no momento, temos certeza de que o vídeo seria icônico.

Jonas Brothers – “Don’t Throw It Away”

Com o sucesso nº 1, Sucker, uma das maiores semanas de vendas de álbuns do ano e uma turnê de sucesso, os Jonas Brothers certamente superaram as expectativas este ano com o seu retorno – e ainda não acabou. Dito isto, essa música cheia de falsetes seria uma ótima opção para single, que poderia continuar o sucesso absoluto de “Sucker” e “Only Human”.

Charli XCX – “Silver Cross”

Charli XCX, o camaleão musical do pop, brilha de um jeito único nessa música. Nessa música, vemos Charli o mais confortável possível – com aspecto futurista e pronta para delirar. “Silver Cross” com certeza estará em seus sets de shows, uma vez que fica na mesma vibe que sua música popular “Vroom Vroom”.

Ariana Grande – “NASA”

No ano passado, Ariana Grande conseguiu fazer o que as estrelas pop sonham em fazer, ganhando reconhecimento do público e atingindo o nível de estrela da música. “NASA” a música não-single mais popular do álbum, não ter recebeu o tratamento desejado e mesmo assim estreou no Top 20 da Hot 100 e se tornou a favorita dos fãs na turnê, com muitos de nós esperando um videoclipe da faixa algum dia.

Gustavo Neves

Jornalista, 23 anos, produtor de conteúdo, trabalho com marketing digital na indústria fonográfica. E-mail: contato@portalpopcyber.com

PUBLICIDADE