Paula Raia celebra estreia de espetáculo de dança com composições suas na voz de Ney Matogrosso

Artista assina canções do novo trabalho da Focus Cia de Dança que estará em cartaz no Theatro Municipal (RJ)

Paula Raia celebra estreia de espetáculo de dança com composições suas na voz de Ney Matogrosso
Crédito: Laura Fragoso

Paula Raia viverá o sonho de muitos compositores: ver suas canções na voz de um dos maiores cantores de todos os tempos. A artista carioca assina as canções originais de  “Entre a pele e a alma”, novo trabalho da laureada Focus Cia de Dança, que estreia no Theatro Municipal do Rio no dia 28/06 para curta temporada. No espetáculo, as letras de Paula ganharão a voz de Ney Matogrosso.

“A emoção é enorme nessa véspera de estreia. Um misto de ansiedade, com orgulho, com desejo de dividir essa história com o público, com sensação de dever cumprido também. O Ney pra mim representa liberdade, doçura, paixão, tesão. Não à toa, o espetáculo passa também por esses temas. Com tanta autenticidade, ele foi precursor de muita coisa na arte. Abriu espaço para que muita gente pudesse ser o que se é. E segue fazendo isso, sendo menino, velho, feminino, masculino, pássaro, serpente e tudo o que ele quiser ser. Eu tentei trazer toda essa liberdade e todas essas possibilidades para a composição”, conta ela, que divide a trilha com Sacha Amback, atual diretor musical de Ney.

Ney também retribui a admiração: “Eu gosto muito do repertório, das músicas que eu cantei. Gostei muito de conhecer a Paulinha. Senti uma admiração imensa por ela e pelas coisas que ela faz e fiquei muito feliz de ter conseguido gravar. Estou muito satisfeito com o resultado do que fizemos. Agradeço a ela por ter aceitado que eu cantasse na trilha que ela compôs”, conta o lendário cantor.

Celebrando o impacto de Ney Matogrosso na cultura brasileira, a Focus Cia de Dança achou inspiração para “Entre a Pele e a Alma” na obra “O Jardim das Delícias Terrenas” de Hieronymus Bosch. A coreografia celebra os 30 anos de carreira do diretor Alex Neoral, que incorporou suas experiências culturais e estéticas na criação. O diretor é parceiro de longa data de Paula Raia.

AD 4nXcE IfnFC6S opjnuJ d4P pJ6NAUedHOPvyuM r4iB POP CYBER
Sacha Amback, Ney Matogrosso, Paula e Alex Neoral / Crédito: Manuel Águas

“Assisti a um primeiro espetáculo da Focus há muitos anos e me apaixonei perdidamente pelo trabalho da companhia. Em 2020 que recebi o convite para fazer trilha sonora e direção musical, através do meu antigo duo Tuim, para o espetáculo infantil ‘Bichos dançantes’. Nesse espetáculo também cantamos juntos todas as canções. Alex é um cara bom de trabalhar junto porque ele deixa o espaço de criação bastante livre, escuta e absorve ideias e tem uma generosidade imensa no processo. Esse espetáculo rodou – e roda ainda – o Brasil todo. No ano passado, o Alex me fez esse outro convite irrecusável: compor as canções originais e inéditas para o Ney Matogrosso cantar, dei meu sim sem nem pestanejar. Após isso, conheci Sacha Amback, com quem divido a assinatura da direção musical e da trilha. Ele trouxe diversas outras camadas para as canções que eu compus em termos de arranjo, dentro de uma parceria de muita confiança e troca genuína”, explica ela.

Sacha retribui os elogios com franqueza: “Paula Raia é mágica. Um grande encontro pra mim, parceira pra vida. Quando você pensa em falar ela já vem com tudo pronto. Raio. Que prazer trabalhar com ela, faz tudo parecer mais fácil”, conta o arranjador.

Compositora, cantora e atriz, Paula atualmente trabalha em seu novo álbum. Com um disco solo lançado como RAYA e diversos singles por seu antigo duo Tuim, já esteve em palcos importantes, como o festival Rock the Mountain, Solar de Botafogo, Manouche, Sesi Firjan, entre outros. A artista já teve suas músicas gravadas por nomes de destaque da nova cena como Chico Chico, Julia Mestre e Mariana Volker. E seus poemas foram publicados no livro “Foi o vento que me trouxe até aqui” (Patuá), de 2022.

 

Seu novo projeto, junto a seu parceiro e amigo João Mantuano, se chama “Coisa Nossa” e foi idealizado pelo selo Toca Discos e será lançado ainda em 2024, sendo o próximo trabalho da artista a chegar nas mãos do público.

Retrato de Nanno Foto: Carolina Vianna / Divulgação

Nanno apresenta o aguardado álbum “Minerium Sessions”

Capital Moto Week é case de sustentabilidade no Congresso Internacional Cidades Lixo Zero

Capital Moto Week é case de sustentabilidade no Congresso Internacional Cidades Lixo Zero