O poder das mulheres na música eletrônica, conheça as headliners da Mov.E Wonder

O poder das mulheres na música eletrônica conheça as headliners da Mov.E Wonder

Iniciativas para igualdade de gênero devem sempre ser celebradas, ainda mais quando ocorrem num universo que tanto amamos: o da música eletrônica. Em sua segunda edição, a Mov.E Wonder promove um espaço para DJs e produtoras mostrarem que o lugar da mulher é onde ela quiser – principalmente nas pick-ups. No Espaço Modular, no dia 1 de fevereiro, o lineup da pista principal é 100% feminino e conta com ícones do Techno.

A eletrizante Fatima Hajji é a gringa convocada para trazer seu som marcante para esquentar mais ainda o clima brazuca. A pista vai conferir de perto as influências multiculturais no set groovado da espanhola com ascendência árabe. Amante da natureza e dos animais, além de empresária e dona de três gravadoras, a artista completa mais de 20 anos de carreira com passagens por inúmeros países e grande sucesso na Europa, com presença em renomados clubs (como Fabric e Tresor) e festivais (como Awakenings e Tomorrowland). Fatima confere elementos africanos e latinos para quebrar as fronteiras, e tudo isso pode ser sentido em sua apresentação única (é única mesmo??) no país.

Com sensibilidade e versatilidade, BLANCAh é uma das headliners do evento, que irradia uma identidade marcada por produções melódicas que apresentam paisagens sonoras peculiares, com grande auto expressão. A artista iniciou sua jornada na música aos 16 anos, mas foi em 2014 que consolidou seu caminho, se destacando a nível nacional e internacional e alçando voos altos por diversos países, mas mantendo o compromisso de permanecer fiel a suas origens. Recentemente, ela lançou um EP pela gravadora ícone Renaissance.

Outra lenda das pistas brazucas há duas décadas é Eli Iwasa, que se divide como DJ, produtora e empresária, dona do Club 88 e do Caos. A artista também se apresenta na Mov.E Wonder vinda de um ano recorde de apresentações, entre elas no DGTL Brasil e BAUM Festival na Colômbia. De documentário a criação de trilha sonora para um desfile de moda, a artista multifacetada carrega o peso de sua sólida carreira e o engajamento na construção da cena eletrônica nacional para a construção de sua performance.

O lineup da Mov.E Wonder também conta com Fernanda Pistelli, Clara Amaral, Bellatriz e Samia Gribl nas pick-ups do palco principal, enquanto a label santista Perpetua vem diretamente do litoral paulista para proporcionar um som minimal ao evento. Esta pista ainda traz o gringo Ray Mono (PIV Records), Alexia Glensy, Dhar Cad, Lilo e Valdrigh. 

Marque presença nessa iniciativa que valoriza as mulheres da cena e garanta seu ingresso por meio da Blacktag, clicando aqui.

Written by Gustavo Neves

Além de gerenciar o conteúdo do portal, trabalho com marketing digital na indústria fonográfica com serviços prestados à gravadoras e grandes artistas.

Clipe de “Parabéns” da Pabllo Vittar em parceria com Psirico recebeu restrição de idade no YouTube

Clipe de “Parabéns” da Pabllo Vittar em parceria com Psirico recebeu restrição de idade no YouTube

anahi latidos clipe pop cyber

Anahí anuncia lançamento de “Latidos”, música nova para essa sexta (24)