Nathan Itaborahy lança “Solta”, com a participação da cantora Clara Castro

1 5

O cantor e compositor mineiro Nathan Itaborahy apresenta hoje, 12/6, o segundo single de seu álbum de estreia, “Sentado no Céu”, com lançamento previsto para julho, pela Tratore. “Solta” é uma canção inédita de Nathan, com a participação especial de sua namorada, a cantora Clara Castro.  A faixa é considerada o primeiro ‘respiro’ do disco e nasceu para trazer um pouco de paz em um momento de tormenta pós-eleição 2018, onde o país estava totalmente polarizado. 

Sentia naquele momento uma preguiça social, uma descrença no homem e no diálogo. Novamente a cidade de fundo, como irmã, cúmplice do nosso recolhimento ‘pós vento’, mas convidando também a viver, a seguir o barco.”, explica o cantautor mineiro. 

A música contou com a percussão do músico Chico Cabral, tocando tabla indiana, a viola caipira de Gustavo Duarte e vozes e contracantos de Clara Castro, que falou um pouco do processo de gravação da faixa: “Minha participação em ‘Solta’ foi um convite feito pelo Nathan pouco tempo depois da gravação da base instrumental do álbum ‘Sentado no Céu’. A cada nova camada a música ia pedindo novos elementos e sentimos que eu poderia reforçar o recado da música, afinal fala um pouco sobre nós dois, sobre um convite para a gente sair e enfrentar juntos o delicado momento do país.”, revela a cantora.

“Chegamos em um lugar meio misterioso com o som, em que as texturas se engendram numa sonoridade bem interessante. ”, diz Nathan. 

Recentemente, Nathan lançou a música “Macaco Véio”, em todas as plataformas digitais. Primeiro single de seu novo trabalho, a canção fala sobre a existência dos contrastes e oposições nas personalidades das pessoas. “A música fala um pouco sobre o nosso lado louco, nosso alter ego descabido na figura do macaco; as feras que nos habitam e que vivem brigando com o lado disciplinado e aplicado. ”, explica. 

A música ganhou ainda um clipe colaborativo, feito com a contribuição de 38 pessoas que enviaram imagens em suas casas, no período da quarentena do coronavírus (COVID-19), sentindo os efeitos do isolamento. Assista:

O álbum “Sentado no Céu”, que chega às plataformas digitais em julho, nasceu de uma campanha de financiamento coletivo. Desde o início ele foi sendo construído com a ideia da autoprodução e do “faça você mesmo”. Nathan, que divide a produção do disco com Douglas Poerner, convidou 15 músicos talentosos de Juiz de Fora, MG, para a gravação. O artista mineiro explica que suas músicas tocam em algumas questões existenciais, políticas e éticas que atravessaram sua vida em algum momento. “É uma poesia bem confessional e autobiográfica. Mas cada música tem sua própria inspiração, sua inquietação”, diz.

Written by Gustavo Neves

Além de gerenciar o conteúdo do portal, trabalho com marketing digital na indústria fonográfica com serviços prestados à gravadoras e grandes artistas.

IMG 0933 media

Dfideliz se une a Luccas Carlos em videoclipe de single inédito “Eu Ainda To Aqui”

TE ESPERANDO VINIGRAM capa

ViniGram lança “Fico te Esperando”