Connect with us

Música

Nat Guareschi divulga single em homenagem as mães

Published

on

300121 Nat Guareschi2387 scaled e1620398054996
Fotos: Kassius Trindade

Nesta sexta-feira, 07 de maio, Nat Guareschi divulgou em todas as plataformas de streaming e no YouTube o single “Ô Mãe”. Composta por Nat, a faixa, que é uma homenagem para todas as mães, conta também com a participação de Edu Ribeiro.

“Eu compus essa música em 2019. Já tinha escrito outras para ela, mas acho que música para mãe nunca é demais! rs. Esse é o meu presente já que, infelizmente, meu Dia das Mães será a distância. Moro a 500km da minha mãe e este ano estarei trabalhando e não vou conseguir estar com ela. Lá em casa a gente costuma dizer que todo dia é Dia das Mães. Minha mãe é um presente tão grande na minha vida, que é impossível não lembrar, agradecer e comemorar todos os dias o fato dela existir”, emociona-se Nat.

A nova versão da faixa com a participação de Edu Ribeiro foi uma surpresa para a mãe de Nat que só ouviu a canção assim que ela foi lançada. Nat e Edu se conheceram nos bastidores do programa ‘Canta Comigo’ (Record) do qual ambos são jurados.

“Eu já admirava o Edu artista desde 2001 quando o ouvi cantar pela primeira vez. No ano passado tive a grande sorte e o privilégio de conhecê-lo pessoalmente gravando o Canta Comigo na Record. Como somos vizinhos no painel, nos aproximamos muito. De perto vi o amor e o respeito gigante que ele tem pela mãe e já me identifiquei! Fiz o convite para cantar esse som comigo e ele topou na mesma hora. Fiquei explodindo de alegria! Espero que a gente consiga, através dessa música, retribuir pelo menos um pouquinho do amor que sempre recebemos das nossas mães”.

Aliás, o programa ‘Canta Comigo’ tem sido uma alegria na vida de Nat. Ela está tendo a oportunidade de conhecer artistas de diversos segmentos e essa proximidade transformou várias relações de trabalho em grandes amizades. Muitos desses novos amigos e suas respectivas mães poderão ser vistos também no clipe de “Ô Mãe”.

LETRA:

Aquele colo

Aquele abraço

Aquela dica

Leva um casaco

Aquela força

Deixa que eu cuido

Deixa que eu faço

Aquela bronca

Aquele papo

Era cordão

Agora é laço

Corrige meus passos

Me põe pra dormir

Me ensinar a voar

Mãe é tudo igual

Mas a minha é diferente

Ela é anjo

Nem é gente

É remédio pra todo mal

Como a minha não tem igual

É passado, futuro e presente

É verbo ser

É ser que sente

É arco-íris parando o temporal

É sempre bom ter um lugar pra voltar

Um colo pra chamar de seu

Um cofre pra você guardar

Segredos de olhar pro lado e ali estar

Um sopro a mais de vida

Um céu na terra pra morar

Ô mãe

Amar

Jornalista, 23 anos, produtor de conteúdo, trabalho com marketing digital na indústria fonográfica. E-mail: [email protected]

Advertisement