Connect with us

Famosos

Morre Paulo Gustavo, aos 42 anos, vítima da Covid-19

Avatar

Published

on

morre paulo gustavo vitima covid 19
Foto: Divulgação

O portal EM OFF trouxe a informação da morte de Paulo Gustavo, aos 42 anos, vítima da Covid-19, o ator estava internado em estado grave na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de um hospital no Rio de Janeiro desde o dia (13/3). Ele também estava respirando com ajuda de ventilação mecânica, ou seja, entubado. De acordo com comunicado enviado à imprensa pela equipe dele, ele chegou a apresentar sinais de melhora, mas acabou tendo um agravamento no quadro clínico.

De acordo com a revista Veja Rio, nesta segunda-feira (3), Paulo teve uma piora significativa em seu quadro nas últimas horas por conta de uma embolia pulmonar e está em estado grave. A equipe médica do Hospital Copa Star, no Rio de Janeiro, detectou uma fístula broncovenosa, que nada mais é do que uma abertura entre os pulmões e as veias. Isso faz com que bolhas de ar entrem na corrente sanguínea, causando uma embolia, insuficiência cardíaca e lesões cerebrais.

O último boletim médico de Paulo foi divulgado no dia 26 de abril, anunciando que o artista estava melhorando após contrair uma pneumonia bacteriana. Além disso, também afirmava que Paulo Gustavo apresentava “sinais discretos de interação com o meio, apesar do uso de sedativos”.

Paulo também respirava com a ajuda de ECMO (oxigenação por membrana extracorpórea), equipamento que age como um pulmão artificial e oxigena o sangue fora do corpo. Ele é usado, normalmente, apenas em pacientes muito graves, quando nem a ventilação mecânica, nem a pronagem estão dando conta. A ECMO funciona como pulmões e coração artificiais em pacientes que estão com os órgãos comprometidos e tem sido utilizado em casos graves de pacientes com covid-19. Enquanto os respiradores auxiliam em fornecer mais oxigênio para os pacientes, a ECMO serve como um segundo pulmão, para que a pessoa tenha maiores condições clínicas para a recuperação. Paulo também foi submetido há cinco dias a uma “a uma toracoscopia para correção de uma fístula bronco-pleural”, visando melhor recuperação da função pulmonar.

Carreira

Paulo Gustavo ganhou visibilidade no final de 2004 quando integrou o elenco da peça “Surto“. Na ocasião, apresentou a personagem humorística Dona Hermínia. Após sua formatura, em janeiro 2005, deixou o elenco de “Surto” e passou a integrar a peça “Infraturas“. Em 2006, estreou o espetáculo “Minha Mãe É Uma Peça“, que ganhou uma adaptação para o cinema em 2013 e 2017. No monólogo, com texto de sua autoria, Gustavo volta a interpretar Dona Hermínia. Construída através de suas observações domésticas e vivenciais, ela reúne os aspectos mais cômicos da personalidade de uma típica dona de casa de meia idade, sempre à beira de um ataque de nervos. Sua atuação lhe rendeu uma indicação ao Prêmio Shell de melhor ator.

Paulo Gustavo voltou a protagonizar um título novamente nos palcos em 2010, para apresentar o espetáculo “Hiperativo“, dirigido por Fernando Caruso. Em 2011 tornou-se o apresentador do 220 Volts. Em junho de 2013 estreou na produção para TV, o sitcom “Vai que Cola“, no Multishow, que ganhou uma adaptação para o cinema em 2015. Em 2014, o ator esteve em um novo programa, o reality Paulo Gustavo na Estrada, do Multishow.

Em 2017 deixou o Vai Que Cola e entrou no programa A Vila, junto com Katiusca Canoro, com o roteiro de Leandro Soares.

Melhores momentos da Carreira de Paulo Gustavo

2004 – O humorista começou a chamar a atenção do público neste ano, ao participar da peça “O Surto”, com a estréia da personagem Dona Hermínia.

2006 – Ao perceber o sucesso da personagem, Paulo decidiu criar um monólogo baseado em sua mãe para compor um de seus maiores sucessos, “Minha Mãe É Uma Peça”.

2010- É lançada a peça de stand-up comedy Hiperativo, aclamada pela crítica e pelo público.

2011- Paulo Gustavo lança seu primeiro programa solo no Multishow, o “220 Volts”. Interpretando vários personagens diferentes em esquetes e contracenando com seu amigo Marcus Majella, o sucesso foi tanto que o programa foi para o teatro em 2014.

2013- Talvez um dos anos mais importantes para a carreira deste comediante. No mesmo ano, Paulo interpreta sua personagem mais conhecida, Dona Hermínia, na versão cinematográfica de Minha Mãe É Uma Peça e participa da primeira temporada do programa Vai Que Cola, programa que torna o humorista ainda mais conhecido.

2014- 220 Volts ganha sua versão para o teatro, atraindo milhares de fãs e é lançado, no multishow, o reality “Paulo Gustavo Na Estrada”, acompanhando o artista nos bastidores de sua peça de teatro. Além disso Paulo participa de um filme de grande sucesso, “Os Homens São de Marte E É Pra Lá Que Eu Vou”, escrito e protagonizado por Mônica Martelli.

Web detona a Record TV após emissora exibir imagens da família de Paulo Gustavo no hospital

O Balanço Geral, da Record TV, passou dos limites ao mostrar a recepção do hospital onde Paulo Gustavo está internado.Durante o Balanço Geral, uma equipe de reportagem esqueceu dos limites do respeito para os internautas e mostrou imagens ao vivo da família de Paulo Gustavo chorando na recepção do hospital, deixando vários internautas indignados com a atitude. Confira a repercussão:

 

Jornalista, 23 anos, produtor de conteúdo, trabalho com marketing digital na indústria fonográfica. E-mail: [email protected]

Advertisement