Connect with us

Música

MC Lan lança clipe ao lado de Ludmilla, Ty Dolla $ign, Skrillex e TroyBoi

Published

on

aad24b7b b29a 4569 9d93 fddf9266e008

Sucesso desde o lançamento, a batida envolvente do funk e as referências do rap americano presentes em “Malokera” gera engajamento por onde é ouvida. Em poucos dias, já são mais de 1 milhão de streamings e diversas inserções nas principais playlists de música do cenário. De maneira única MC Lan reúne os grandes astros da faixa, Ludmilla, o rapper americano Ty Dolla $ign, o DJ e produtor Skrillex e o artista de dance eletronic TroyBoi, também para o clipe inédito, já disponível no canal do Kondzilla.

A música é uma homenagem de Lan para todas as mulheres livres. “‘Malokera’ é para todas as mulheres decididas, que saem, dançam, se divertem, extravasam e não ligam para as opiniões alheias. Aquelas que não dependem de homem pra nada”, comenta o funkeiro.

Estrela nacional do clipe, Ludmilla, que encontrou Lan no Rio de Janeiro para a gravação do registro, traz toda ginga e poder de uma das maiores vozes do pop para a música. “Ter participado desse single e clipe foi mais do que um prazer. A energia, dedicação e busca pelo melhor possível, era nítida nos estúdios. Aprendi muito com esses profissionais que são feras. Agradeço o convite! Ouçam muito ‘Malokera’ e dancem até cansar pelas pistas e festas de todo país”, conta Ludmilla.

A produção audiovisual foi assinada por Kondzilla e a ideia do registro veio do próprio Lan, que quis homenagear nomes consagrados da cena dos anos 90. A gravação, inspirada nos clipes americanos da época, como “I´m Bad”, de LL Cool J, “I Get Around”, de 2Pac, “Who Am I (Whats My Name)”, do Snoop Dogg, “Jump”, do Kriss Kross, entre outros, teve gravação em dois tempos, com filmagens no Rio de Janeiro e em Los Angeles.

De acordo com o diretor do clipe, Guilherme Valente, as referências e inspirações se justificam dentro do contexto em que são exploradas e são enaltecidas nos figurinos e nas artes usadas para a composição da fotografia. “Temos nas cenas com o Ty Dolla $ign, por exemplo, uma recriação da rua de Long Beach onde ficava um luminoso da VIP Records, que apareceu em um dos primeiros clipes do Snoop Dogg. Entre diversas referências, quisemos trazer também um ar retrô e nostálgico, mesmo utilizando cenários digitais. A computação gráfica foi em grande parte realizada utilizando software”, complementa Valente.

Sócio do Pop Cyber, que tornou-se um dos maiores portais sobre música no Brasil. E-mail: [email protected]

Advertisement