Connect with us

Famosos

MC Gui e influencers são flagrados em praia fechada de SP

Published

on

mc gui praia fechada sp 1
Foto: Reprodução/Instagram

MC Gui e diversos influenciadores digitais gravaram vídeos e foram flagrados por testemunhas em uma praia de Bertioga, no litoral de São Paulo, no primeiro fim de semana em que o município adotou ações ainda mais restritivas para conter a pandemia. A situação gerou revolta entre moradores, que repercutiram o caso nas redes sociais. A prefeitura reiterou que a presença do grupo não estava permitida no local.

As medidas mais restritivas, definidas como ‘lockdown’ por todos os prefeitos da Baixada Santista, buscam conter a transmissão da Covid-19. Entretanto, o acesso às praias e parques já estava proibido pelo estado por conta do avanço da doença. Mesmo assim, neste domingo (28), o cantor, os influenciadores Vivi, Jon Vlogs, Beatriz Michelle e Belle Kaffer, além do produtor Walace Moretti, gravaram vídeos e tiraram fotos em uma praia do município.

MC postou que estava na Riviera de São Lourenço, em Bertioga, SP — Foto: Reprodução/Instagram

MC postou que estava na Riviera de São Lourenço, em Bertioga, SP — Foto: Reprodução/Instagram

Imagens compartilhadas nas redes sociais mostram o grupo na praia, sem máscaras. Em um vídeo, é possível ver, pelo menos, dez pessoas na área de praia (veja acima). “Ninguém imagina o que nós passamos para chegar até as pedras para gravar com o pôr do sol”, legendou o produtor. Em outra foto tirada no município, ele disse, na legenda, que a equipe gravava um videoclipe.

Influenciadores postaram fotos em praia de Bertioga, SP, que está com acesso proibido  — Foto: Reprodução/Instagram

Influenciadores postaram fotos em praia de Bertioga, SP, que está com acesso proibido — Foto: Reprodução/Instagram

O caso gerou revolta entre moradores que flagraram o grupo. A operadora de direito Gabriela Pinto, de 33 anos, afirma que estava na frente de casa, recebendo uma entrega, quando viu todos passando em direção à praia.

Moro bem em frente à praia, então, vi o momento em que passaram. Depois disso, vi várias manifestações no Facebook pedindo respeito, porque estamos vivendo em uma pandemia, e eles estavam fazendo aglomeração na praia. Tinha stories deles fazendo aglomeração, mas quando começou a repercutir, eles começaram a excluir“, conta.

De acordo com a moradora, após também se revoltar e fazer comentários repudiando a presença deles na praia, ela foi bloqueada por algum dos influenciadores.

Minha irmã e outras amigas também foram bloqueadas. E a nossa maior preocupação é que, além de estarmos em plena pandemia, e em lockdown, em Bertioga, só temos dez leitos de UTI, que só foram criados para a pandemia. A gente também está em isolamento, nós também gostaríamos de estar na praia, mas estamos nos privando pela coletividade. Então, não achamos justo que eles fossem para a praia sem máscara, diante de tudo que está acontecendo“, destaca.

Após fazer os comentários e postar vídeos os marcando nas redes sociais, Gabrielle afirma que também foi bloqueada pela maioria. “Eles simplesmente me ignoraram, e a maioria me bloqueou. Em um dos vídeos que fiz, ainda perguntei se eles fariam um vídeo pedindo desculpas para a população de Bertioga”, afirma.

Posicionamento

A assessoria de imprensa da Ciclone Produtora, responsável por MC Gui, Beatriz Michelle e Belle Kaffer, influenciadores que apareceram nas fotos, informou ao G1 que o clipe foi gravado na residência do cantor, localizada no município. “Não gravamos na praia, e sim, na sua própria casa de praia, e seguindo todos os protocolos da Organização Mundial da Saúde [OMS]”, disse a assessoria.

Questionada sobre as fotos na praia, e se a casa mencionada dá acesso à faixa de areia, a assessoria não se manifestou. Por último, informou que havia apenas quatro pessoas na gravação.

Em contato com o G1, a assessoria de Vivi informou que a influencer não tinha vínculo com a produção artística, e que estava na cidade apenas para acompanhar o namorado. Ainda de acordo com a assessoria, a jovem não tinha ciência da extensão do lockdown na região, e que as praias estavam com acesso totalmente proibido. A assessoria afirma que não houve maldade ou interesse de burlar qualquer regra, e que na maior parte do tempo ela ficou em casa.

Jornalista, 23 anos, produtor de conteúdo, trabalho com marketing digital na indústria fonográfica. E-mail: [email protected]

Advertisement