Connect with us

Música

Maurício Tagliari antecipa novo disco com “Conselheiro Calado”, parceria com Rodrigo Campos

Avatar

Published

on

Violão, cavaquinho e vozes, sem batucada, foram a base para que Mauricio Tagliari e Rodrigo Campos cantassem a calma e o silêncio em “Conselheiro Calado”, single que está disponível em todas as plataformas de música digital via YB Music. A faixa é a primeira revelada do novo disco de Maurício, previsto para 2021, e ganha um clipe.

Advertisements

“Conselheiro Calado surgiu a partir de uma reunião em que Rodrigo me apresentava a sambista Adriana Moreira. Ele dizia que precisava gravar um disco com um produtor que abrisse mais o som dela e fosse além do samba tradicional. Insistia que eu era esse produtor. Eu, admirador de Adriana, concordei desde que ele produzisse comigo. Ele respondeu que poderia ficar por perto, como um conselheiro. E emendou: ‘calado’! Fiquei com isso na cabeça, cheguei em casa e compus a primeira parte do samba e mandei para o Rodrigo escrever a ‘segunda’. Ele acertou em cheio. Não só resolveu bem musicalmente como deu o arremate filosófico. As duas canções que temos em parceria são o que eu chamaria de samba zen. Não é novidade filosofar em samba. Mas é curioso que nossa parceria se concentre nesse aspecto. Parece que queremos compartilhar nossos aprendizados. Nossas visões de mundo”, explica Maurício.

Advertisements

Nome presente no cenário musical nos últimos 30 anos, ele atuou como músico integrante de projetos como a banda Nouvelle Cuisine (com quem lançou 4 discos e ganhou prêmio da APCA); os grupos de jazz Utopia Retrô e Tanino, este último ao lado de Guizado, Thomas Harres e Pedro Dantas; e a The Universal Mauricio Orchestra, que reúne apenas músicos homônimos – Takara, Pereira, Fleury, Bussab, Badé e o próprio Tagliari.

O trabalho como produtor lhe rendeu o reconhecimento da APCA pelo álbum “Nereu Gargalo”, do Trio Mocotó; e foi finalista como Compositor de Melhor Trilha Original da Associação Brasileira de Cinematografia pelo filme “Mundo Cão”.

Advertisements

A partir de 2019, Maurício focou em seu projeto solo autoral. Foi quando lançou “MAô: Contraponto e Fuga da Realidade” com canções, sambas e parcerias com nomes nomes como Luedji Luna, Ronaldo Bastos, Negro Leo, Ava Rocha, Pélico, Juliana Perdigão, Assucena Assucena, Saulo Duarte, Maria Beraldo e outros. No repertório, já estava uma parceria entre ele e Rodrigo Campos. Num processo inverso, o segundo álbum, “MAô: Falta de Estudo #1”, é majoritariamente instrumental e foi realizado de forma totalmente solitária, ao longo do primeiro mês de isolamento por conta da pandemia de Covid-19. “Inside Head” e “Passageiro” ganharam clipes recentemente.

Advertisements

Na sequência desse trabalho, Maurício já começou a desenvolver o que será o encerramento da trilogia MAô. Trata-se de uma espécie de disco-síntese com canções, sambas e instrumentais, como os dois anteriores. Também gravado à distância, desta vez retorna com um elenco estelar de convidados especiais: Cuca Ferreira (Bixiga 70), Thiago França e outros.

“Decidi abrir os trabalhos de ‘MAô: Allegro Dentro do Possível’, meu terceiro disco, com Conselheiro Calado pois pretendo que, diferente de do primeiro álbum, ele seja feito com colaborações mas sem o clima de confraternização deste. Será um trabalho gestado num momento mais difícil, mais triste e mais intimista. Tanto pelo momento político quanto pelo isolamento do COVID19”, conclui ele.

“Conselheiro Calado” está disponível em todos os streamings de música digital via YB Music.

Advertisements

Advertisements