MADA reforça seu prestígio no calendário de festivais e anuncia BaianaSystem

Pitty, Djonga, FBC, Ebony e Ana Frango Elétrico também confirmados no line-up desta edição

MADA confirma BaianaSystem foto Jardel Souza scaled scaled POP CYBER
Crédito: Jardel Souza

O sucesso do MADA – Música Alimento da Alma – se manifesta em diferentes formas: desde a celebração da música brasileira até a criação de um espaço onde artistas e espectadores se encontram para compartilhar emoções e inspirações. Movido pelo lema “Transformar sem deixar de ser”, o MADA completa 26 anos em 2024 e se mantém fiel à sua essência em uma celebração que já tem PittyDjonga, FBCEbony e Ana Frango Elétrico como convidados confirmados. Agora, o festival aproveita para anunciar mais um nome de peso ao seu line-upBaianaSystem. O festival acontece nos dias 18 e 19 de outubro, no estádio Arena das Dunas, em Natal, e os ingressos já estão disponíveis (acesse aqui).

“Foi um dos festivais pioneiros no Rio Grande do Norte e é um dos poucos que segue na ativa e sempre se renovando”, conta Jomardo Jomas, fundador do MADA. Essa longevidade se deve muito pela busca em evoluir a cada edição, mas também ao olhar e aos ouvidos atentos da curadoria musical. “O MADA se destaca pela relevância que os artistas contemporâneos, especialmente os nordestinos, têm no festival. Além disso, toda a programação é pensada para e com o público”, explica Pedro Barreira, responsável pela curadoria.

A cada novo anúncio, esta edição vai ganhando forma. BaianaSystem é a confirmação mais recente. Composto por Russo Passapusso (voz), Claudia Manzo (voz), Roberto Barreto (guitarra baiana), SekoBass (baixo), João Meirelles (beats, synths e programações), Junix 11 (guitarra), maestro Ubiratan Marques (piano e synths) e Ícaro Sá (percussão), o grupo retorna ao MADA para comemorar 15 anos de existência, levando uma fusão do afro rock com imagens sonoras inspiradas no folclore brasileiro.

Pitty também está na programação. Uma das principais figuras no cenário do rock nacional, a cantora revive em seu show sucessos como “Teto de Vidro”, “Me Adora” e “Máscara”. O festival ainda recebe FBC, um dos nomes fortes da cena mineira. FBC foi trilha sonora de trends nas redes sociais e esteve presente nos principais festivais nos últimos anos. Agora, apresenta no MADA a turnê O amor, o perdão e a tecnologia irão nos levar para outro planeta.

Outro mineiro garantido na programação é o rapper Djonga. Ele retorna ao palco do festival com seu trabalho mais recente, Inocente “Demotape” (2023), além de apresentar faixas que fizeram sucesso ao longo da sua carreira, como “Olho de Tigre”. Ana Frango Elétrico, um dos principais expoentes da música alternativa atual e dona de um dos discos mais elogiados do ano passado, Me Chama de Gato Que Eu Sou Sua (2023), também integra a lista. O line-up segue com Ebony. Destaque do rap, a cantora carioca ficou conhecida por questionar e se posicionar diante da cena, falando sobre sexualidade e direitos femininos.

O cuidado com a programação se reflete na estrutura do MADA. Como uma forma de respeito aos artistas, e para que não haja distinção entre eles, o festival monta dois palcos, idênticos, que são dispostos lado a lado no gramado. “Desde sua inauguração, em 2014, o estádio Arena das Dunas tornou-se a casa do MADA”, comenta Jomardo, que completa: “ocupamos todo o gramado da Arena para que os shows aconteçam em formato de pista única, sem grades. O público ainda tem a opção de adquirir o ingresso para o lounge, que dá acesso a um setor climatizado, com bares e banheiros exclusivos, e às arquibancadas, que proporcionam uma visão especial”. O MADA conta com um terceiro palco que recebe o Baile Amada, uma festa que ocupa um setor inteiro do estádio e dura até o amanhecer.

Em breve, mais novidades sobre o evento serão divulgadas.

SERVIÇO

Festival MADA 2024
Datas: 18 e 19 de outubro de 2024 (sexta e sábado)
Local: Arena das Dunas – Avenida Prudente de Morais, de 4.807 a 5.813 – lado ímpar – Lagoa Nova – Natal/RN
Valores:
– Individual Pista (válido somente para um dia de evento): R$ 130,00 (meia entrada) | R$ 260,00 (inteira)
– Individual Lounge (válido somente para um dia de evento): R$ 170,00 (meia entrada) | R$ 340,00 (inteira)
– Passaporte Pista (válido para os dois dias de evento): R$ 200,00 (meia entrada) | R$ 400,00 (inteira)
– Passaporte Lounge (válido para os dois dias de evento): R$ 280,00 (meia entrada) | R$ 560 (inteira)
Ingressos: https://madafestival.byinti.com

Sobre o festival MADA – Música Alimento da Alma

A produção do MADA destaca-se por privilegiar a música contemporânea e de vanguarda, abrangendo gêneros como pop, rap, MPB e indie em suas diversas vertentes de sotaque, identidade e estilo. Esse equilíbrio distintivo consagrou o MADA como o evento musical de maior público no Rio Grande do Norte e um dos maiores do Brasil.
Ao longo de sua história, o festival já teve sede em diferentes lugares, desde o bairro histórico Ribeira (1998 a 2003) até a Arena do Imirá, na beira mar da Via Costeira (2004 a 2011), passando pelo bairro das Rocas (2012 e 2013), até chegar ao estádio de futebol Arena das Dunas. Durante esse percurso, o MADA proporcionou apresentações de mais de 700 bandas e artistas independentes, além de grandes atrações nacionais e internacionais.

22Se joga nessa vida22 novo projeto audiovisual da CTRL X scaled POP CYBER

“Se joga nessa vida”, novo projeto audiovisual da CTRL X

Lenny Kravitz antecipa novo album com single Paralyzed scaled POP CYBER

Lenny Kravitz antecipa novo álbum com single “Paralyzed”