Laroc Club: prestes a completar 7 anos, sunset club de Valinhos busca o topo do mundo

Laroc Club já nasceu revolucionando o cenário brasileiro de música eletrônica, sendo o primeiro sunset club do país totalmente dedicado ao gênero. Desde 2015, a casa vem mostrando a que veio, com diversas aberturas com ingressos esgotados, trazendo mais de 250 artistas dos quatro cantos do mundo e dos mais variados estilos, do underground ao mainstream.

E essa subida ao sucesso do clube ganhou uma escada concreta: a classificação da aclamada revista britânica DJ Mag na votação popular global que elege os 100 melhores clubes do mundo. Em 2017, com apenas dois anos de existência, o Laroc fez sua estreia na lista na 45ª posição.

Na época, a casa já tinha recebido nomes como Hardwell, Axwell e Erick Morillo. No ano seguinte, em 2018, a casa subiu mais e chegou à 29ª posição. Já em 2019, o Laroc chegou à 25ª posição. Em 2020, pulou para 18º melhor club do mundo e, em 2021, o resultado surpreendeu: a casa se tornou o 12º melhor club do mundo de acordo com o voto popular, obtendo um suporte incrível de seus frequentadores.

A escalada não foi em vão. Pode-se atribuir esse crescimento ao fato de que a chamada “Experiência Laroc” vai muito além da música. A energia do ambiente é realmente única, sobretudo quando o sol se põe entre o palco e as montanhas de fundo, formando um verdadeiro cartão postal para ver e sentir, ao vivo e a cores. Some a tudo isso atrações incríveis e uma estrutura impecável.

Em uma área de aproximadamente 50 mil metros quadrados, sendo 6 mil metros quadrados de área construída entre colinas, com seus enormes painéis de LED e sistema de som, o clube é capaz de marcar a vida de todos que passam por lá, dos fãs aos maiores artistas do mundo, que fazem questão de assinar o mural do camarim e distribuem depoimentos emocionados sempre que deixam o palco.

A retomada pós-pandemia foi a oportunidade para a casa mostrar sua relevância. O “primeiro ato” foi uma apresentação histórica, em dobro, do “bruxo” Boris Brejcha, em novembro de 2021. De lá pra cá, o clube voltou rapidamente à rotina de sold outs com line-ups estelares, como foi com o trio Above & Beyond em Abril e agora, dia 7 de Maio, com Alok, com ingressos esgotados. Em Outubro, seu aniversário será celebrado com a lenda do EDM, o holandês Hardwell em apresentação exclusiva no Brasil, parte de sua turnê global de retorno aos palcos intitulada “Rebels Never Die”.

Votação Top 100

Você, fã, que mostrou seu amor à casa durante todo o período de pandemia, aproveite para apoiar o Laroc de novo, agora que já deu para matar as saudades dessa pista tão especial! A votação para a pesquisa dos 100 melhores clubes do mundo da DJ Mag vai até o dia 11 de maio! Para votar basta acessar o site da revista clicando aqui.

E não se esqueça do Ame Club, “irmão mais novo” do Laroc, conhecido carinhosamente como “a casinha mais amada e mais vanguardista do Brasil”, que desde sua inauguração em 2018 recebeu nomes como Camelphat, Claptone, Kölsch, Marco Carola, Pete Tong e Artbat, dentre tantos outros, além de reabrir com estilo em dezembro de 2021 com o duo Mathame e receber o tão aguardado set da dupla Adriatique em janeiro deste ano. Bora votar porque motivos as duas “casinhas” têm de sobra.

Gali Galó lança “Amor de Furacão”

Em projeto inédito, MAIKÃO disponibiliza tokens para a produção de seu primeiro álbum e destina 70% das receitas do streaming aos fãs