Connect with us

Famosos

Karol Conka diz que Michael Jackson teve vitiligo por querer ‘ficar branquinho’

Published

on

karol conka bbb
Foto: Divulgação

Karol Conka relembrou as polêmicas em torno de Michael Jackson no BBB 21. Além de comentar os abusos que o músico sofreu do pai na infância, a rapper afirmou que o preconceito fez o “rei do pop” querer se “bem branquinho –no mesmo tom de pele de Fiuk e Carla Diaz. “Teve vitiligo, foi emocional”, afirmou.

“Ele queria ficar igual o Fiuk e ficou feio, cara. Ele era lindo, ficou com a pele mais branca que a sua”, disse a musicista. “Aí você vê que é um negócio estrutural. Até o Michael, que era o cara mais foda do planeta, entrou nessa noia”, militou o filho de Fábio Júnior.

Karol contou que sempre teve orgulho de ser negra e, quando era criança, usava na escola um moletom que dizia: “negro é lindo”. “Me falavam assim: ‘se fosse lindo, o Michael não tinha ficado branco'”, relembrou ela.

“É que ele teve aquele negócio lá, vitiligo”, lembrou João Luiz Pedrosa. “Não. Não existe esse [tipo de] vitiligo. Eu nunca mais vi nenhuma outra pessoa ter um vitiligo que a mancha pega o corpo inteiro”, respondeu Conka.

“Mas tem aquela questão, ele acelerou o processo do negócio”, explicou o professor. “Então, tá vendo? Teve vitiligo, é emocional”, afirmou a rapper.

Vitiligo é uma doença que causa despigmentação na pele em forma de manchas que atingem em diversos níveis. O vitiligo sofrido por Michael Jackson foi o tipo mais raro, chamado universal, que acomete 75% do corpo ou mais. A doença foi confirmada na autópsia do cantor.

 

Jornalista, 23 anos, produtor de conteúdo, trabalho com marketing digital na indústria fonográfica. E-mail: [email protected]

Advertisement