in

Jogadores de eSports também precisam se atentar à saúde

Exercícios físicos, alimentação balanceada e um sono adequado são primordiais para conseguir se manter jogando de maneira saudável

Dr Rizzieri Gomes 1 e1677682942710 POP CYBER
Dr Rizzieri Gomes

O streamer Neto Silva, mais conhecido como Smoke, contou sua história de ganho de peso, intestino preso, perda de energia e osteoporose. Tudo isso decorrente do sedentarismo, alimentação ruim, poucas horas de sono e a baixa exposição ao sol. Para não comprometer ainda mais sua saúde, ele foi obrigado, aos 21 anos, a mudar seu estilo de vida apesar de seguir sendo um craque nos games – ele chegou a ser top 1 global de Free Fire mobile.

Mesmo estando a maior parte do tempo jogando, sentado, é preciso ter alguns cuidados com a saúde, especialmente um olhar especial para o que comer. “É preciso estabelecer uma relação entre o consumo de carboidratos e o desempenho cerebral. Ter uma fonte regular de carboidrato aumenta a probabilidade de ter melhores resultados cognitivos. O consumo de carboidratos – de preferência os integrais, que têm menos absorção e evitando o excesso de açúcar – é extremamente importante para a fosforilação cerebral, para o desenvolvimento de raciocínio, para as condições dos estímulos elétricos na rede neural. Então não é saudável fazer privação de carboidrato, mas o ideal é que cerca de 55% do prato seja de carboidratos, seguido de 30% de proteínas e o só o restante de gorduras”, afirma Dr. Rizzieri Gomes, médico cardiologista e especialista em melhoria da qualidade de vida

Outro elemento importante é o sono. Ele é fundamental para o cérebro, para aumentar seu rendimento, para aumentar a capacidade de absorver aquilo que você aprendeu ao longo do dia, sedimentar a informação ali dentro, e até mesmo dar o descanso para a célula cerebral. “Ao atrapalhar esse sono o seu rendimento inevitavelmente vai cair. Quando se fala de descanso, se fala de horas de sono adequado e para esse tipo de atividade não é diferente. Para usar um termo da área, é como dar um reset, um reboot, no cérebro para começar a jogar a partida novamente”, completa o médico.

E, por fim, mas não menos importante devemos lembrar que os atletas que praticam eSports precisam também praticar atividades físicas. Seja para evitar lesões, prevenindo tendinite e LER, seja pra proteger a visão, devido à utilização excessiva das telas ou ainda para proteger os ouvidos por conta do uso prolongado de fones pode promover danos na célula auricular. “A realização de alongamentos antes é primordial. Outra dica é fazer pausas periódicas para se locomover, levantar e se alongar. E é extremamente importante levantar para realizar pequenos deslocamentos periodicamente para que o sangue circule nas pernas. Os atletas também precisam parar de tempos em tempos para descansar a visão. Lembrar de piscar e olhar para o horizonte por exemplo, ficar em frente à janela e olhar a paisagem, isso é como um ‘alongamento’ para os olhos. E lembrar de tirar os fones de ouvido para não causar danos na célula auricular”, completa o médico.

“Precisamos lembrar que a sua saúde depende de cada um de nós, pois somos nós que definimos pra onde queremos ir. Tem coisas que não podemos esperar pelos outros e cuidar de si próprio tem de ser a sua prioridade. O que pode ser mais importante que a própria saúde?” finaliza o Dr. Rizzieri Gomes.

Escrito por Gustavo Neves

Jornalista e empreendedor, atuando como CEO e fundador do POP CYBER. Curso Jornalismo na renomada Universidade Positivo, em Curitiba. Minha paixão pela informação e pela música me impulsionam a criar conteúdo relevante e impactante.

DJ e produtor D Nox celebra 30 anos de carreira e mostra sua versatilidade em um set curto no Lollapalooza POP CYBER

DJ e produtor D-Nox celebra 30 anos de carreira e mostra sua versatilidade em um set curto no Lollapalooza

@luansloboda 01 1 POP CYBER

KVSH e Dubdogz inovam ao abrirem o show no Lollapalooza com o influenciador Mateus Costa e o pai Seu Zé