Inspirada em Elis, Bethânia e Cássia Eller, Ina Magdala lança “Raízes da Corrida” e “Sacrilégio”

Foto: @thenogueira

A cantora e compositora Ina Magdala, uma das principais revelações da nova MPB, lança nesta sexta-feira (18)  “Raízes da Corrida” e “Sacrilégio”, faixas que integram seu primeiro EP. Intitulado “Chiaroscuro”, o álbum será lançado pelo selo Alma Music e terá músicas em português e inglês. A previsão de lançamento é final de março. 

O processo de composição destas duas faixas foi idêntico ao das outras canções presentes no EP: Ina em frente ao piano explorando seus sentimentos, melodias e harmonias. Após todo esse processo, a cantora trabalhou na produção das canções no estúdio da Alma Music e desenvolveu a parte harmônica. “As minhas maiores inspirações [para as músicas] são as minhas vivências, mas também artistas que admiro. Acredito que essas duas faixas têm muito do que absorvo de Elis Regina, Cássia Eller, Maria Bethânia e Gilberto Gil”, conta Ina.

Nas palavras da artista, “Raízes da Corrida” é uma canção existencial, que aborda reflexões sobre como lidar com os desafios que estar vivo nos proporciona. “A mensagem principal é que cada dia apresenta oportunidades de renovação e aprendizado, e nosso coração é a luz interna que carregamos para ver com mais clareza os caminhos a serem percorridos”, relata a artista. 

Enquanto “Sacrilégio” é uma música sobre as incertezas diante do término de um relacionamento afetivo. “Gosto que o eu-lírico da canção não tem a urgência de manter o outro por perto contra a vontade, mas pede apenas aviso prévio para que também possa continuar sua trajetória: ‘quando for sinta-se livre, só me dê o livramento, não preciso de argumento pra também não mais ficar”’, conta Ina. Além disso, a canção possui um trecho poético inspirado nas performances de Maria Bethânia em uma mistura de francês e português. 

O lançamento de “Raízes da Corrida” e “Sacrilégio” sucede “Chiaroscuro”, música tema do EP lançada há três semanas e que cujo clipe já possui mais de 120 mil visualizações no YouTube. O álbum composto por cinco músicas – quatro em português e uma em inglês – tem previsão de lançamento para o fim de março. 

“Cada faixa é totalmente diferente, pois é a cristalização, captura de um sentimento e um estado de espírito diferente. Contudo, todas as canções conversam entre si, já que são minhas composições e mostram pedaços da minha vida e universo”, diz a compositora.  

Assim como nos lançamentos anteriores, as artes plásticas são parte fundamental no trabalho da artista. A palavra “Chiaroscuro” vem do italiano, significa “luz e sombra” e é uma técnica de pintura instituída no período renascentista do século XV. A artista usa a expressão em sua composição para falar sobre a dualidade de sentimentos e dos contrastes que as emoções causam no íntimo do ser. 

Written by ju

Jornalista formada, trabalha na área desde 2017. E-mail: [email protected]

capacapa 1

Mariana Costa lança o single de sofrência “Alô, Amante”

888

Sucesso no tik tok, Rafaella Meirelles lança o seu primeiro single autoral “Ponto e Pronto”