Connect with us

Famosos

IML divulga detalhes da autópsia do corpo de Marília Mendonça

Published

on

Marilia mendonca foto corpo iml
(Foto: Divulgação)

O médico legista Pedro Nunes Coelho, responsável pela autópsia no corpo da cantora Marília Mendonça e dos outros membros da sua equipe, que morreram em um acidente de avião na tarde desta sexta-feira (05/11), falou sobre o exame preliminar dos corpos.

Embora o resultado final da autópsia – que irá determinar a causa das mortes – só será divulgado nos próximos vinte dias, depois do resultado dos exames de sangue, urina e víceras, o legista esclareceu que todas as vítimas tiveram politraumatismo, ou seja, vários traumas no corpo, o que tornou impossível a sobrevivência de qualquer membro da equipe.

A gravidade das lesões não permitiria a pessoa sobreviver. Foram muitas lesões letais em todos eles”, disse o médico, esclarecendo que eles morreram de forma quase instantânea.

Supostas fotos do corpo da cantora no IML são falsas

A assessoria da cantora Marília Mendonça se pronunciou nesta quinta-feira, 10, a respeito de um suposto golpe envolvendo a venda de fotos do corpo da sertaneja no Instituto Médico Legal (IML) no valor de R$20. De acordo com a colunista Fábia Oliveira, do portal Em Off, a assessoria da cantora sertaneja se pronunciou sobre o caso e disse que as fotos são falsas. O golpe usando a morte da sertaneja tem circulado em um aplicativo de mensagens.

Sabemos dessas fotos, e parece que estavam usando o nome do médico dela [Marília], que é médico da família. Eles [falsários] estavam usando o nome do médico para falar que tinham foto dela [Marília] no IML. Ninguém tem foto! Graças a Deus, ninguém tem foto dessa menina [Marília] no IML, ninguém tem foto de Marília no caixão”, informou. Por fim, a assessoria alertou: “É um golpe! Alguém está usando o nome do médico”.

Laudo

Além de Marília Mendonça morreram na tragédia seu tio e assessor, Abiceli Silveira Dias (43), anos; o produtor Henrique Ribeiro, 32; o piloto Geraldo Martins de Medeiros Júnior, 56; e o copiloto Tarciso Pessoa Viana, 37.

Em Belo Horizonte estão sendo realizadas análises neurológicas e cardíacas do piloto e do copiloto do avião.

O politraumatismo é uma causa de morte comum em vítimas de mortes violentas e pode indicar, a depender do caso, que aconteceram danos cerebral, medular, hemorragias em diversos pontos, perda de membros e queimaduras ou múltiplas fraturas ósseas.

Murilo Huff conta que estaria no avião com Marília Mendonça

Murilo Huff deu entrevista ao “Fantástico” deste domingo, 7 de novembro. Na tela da Globo, o músico falou sobre Léo, filho com Marília Mendonça, lembrou da relação que mantinha com a cantora e falou sobre a família. Em dezembro, o pequeno completa dois anos, então, o artista acredita que ele não deve sofrer da mesma forma que família e fãs sentem a dor da perda.

“O Léo tá bem. Agora ele está com a mãe dela. Ele é muito pequenininho para entender. Sei que vai chegar o momento ainda que ele vai[…] sentir falta dela. Pelo menos essa dor que a gente tá sentindo, eu acho que ele não vai sentir”. “Eu nÃo sei explicar, as vezes a gente tem uns lapsos que parece que está tudo bem”, destacou.

“A última mensagem que ela mandou para mim foi no dia que aconteceu [o acidente], foi para ficar perto dele, de olho, porque ele tinha acabado de tomar vacina. Parece que ela estava se despedindo, né? Falar justamente isso no dia que aconteceu”, repetiu o artista.

Em seguida, o cantor e compositor lembrou da cantora como mãe. Ele disse que apesar de inesperado, Leo foi uma criança muito amada pela mãe em todos os aspectos. O bebê fez da artista uma ‘mãezona’, como ressaltou na mensagem.

“Ela era muito apaixonada dele. O Leo aconteceu na nossa vida de uma forma muito repentina, mas a gente recebeu muito bem e ela sempre foi incrível demais. Mãezona, filhona, tudo. Ela era incrível, me jogava lá em cima, sempre”, finalizou.

 

Jornalista, 23 anos, produtor de conteúdo, trabalho com marketing digital na indústria fonográfica. E-mail: [email protected]

Advertisement