Gusttavo Lima diz que pode encerrar a carreira

Gusttavo Lima está no centro da crise dos músicos sertanejos que – supostamente – recebem grandes quantias de dinheiro de prefeituras do interior do país. Crise, aliás, deflagrada pelo também sertanejo Zé Neto, que do nada resolveu criticar Anitta e a Lei Rouanet e acabou colocando seus colegas numa confusão sem precedentes. O sertanejo fez uma live na noite desta segunda (30) em que disse que pode desistir da carreira.

“Estou sofrendo perseguições na minha vida pessoal e profissional. Estou cansado, quase jogando a toalha. É triste ser tratado como um criminoso, um bandido”.

Com contratos de apresentações assinados com a prefeitura de Conceição do Mato Dentro (MG) pelo valor de R$ 1,2 milhão, e com Magé (RJ) por R$ 1,004 milhão, ele argumentou: “Não é porque é uma prefeitura que eu vou deixar de cobrar o meu valor.”

“Eu nunca me beneficiei de dinheiro público ou empréstimo. A minha vida foi sempre trabalhar, fiz quase 300 shows em 2019. Somos uma equipe gigantesca de colaboradores, que nos ajudam a subir sempre mais um degrau. Não compactuo com uso de dinheiro público, tenho meus impostos em dia”, completou.

Eu vivo disso, eu me alimento através disso, eu coloco comida na mesa dos meus colaboradores, da minha família através do meu trabalho – independente se seja show público ou show privado. O meu valor é um e ele não vai mudar, entende?”, questionou durante a live.

[Dinheiro de prefeitura] eu acho que é uma grande parte pra valorizar a arte e os talentos do Brasil. Não é porque a gente faz música que a gente não deve às vezes receber um valor significativo e justo. Se eu custo 1, não é a prefeitura que vai me pagar 0,5”, acrescentou.

O cantor sertanejo ainda pontuou que é um cara “que faz pouquíssimos shows de prefeitura”. “E quando a gente às vezes ainda faz algum, é massacrado como se fosse um bandido”, afirmou.

Eu nunca me beneficiei de dinheiro público ou empréstimo de tal coisa ou algo do tipo. A minha vida foi sempre trabalhar. […] Então assim, eu não compactuo com dinheiro público. Tudo que eu tenho foi ralado com muito suor, foi trabalho pra caramba, sabe? A minha vida é cantar. Se eu tenho uma casa boa pra morar, vocês podem ter certeza que saiu da minha garganta”, acrescentou.

 

Tiago Ramos pode criar perfil na Privacy

Priscilla Pugliese é uma das indicadas ao SEC Awards