Connect with us

Famosos

Fotos de Lázaro Barbosa morto circulam pela internet

Published

on

lazaro barbosa foi morto
(Foto: Divulgação)

Lázaro Barbosa foi morto após ser baleado em Águas Lindas de Goiás, nesta segunda-feira (28), no exato 20º dia de uma megaoperação que contou com mais de 270 policiais. Procurado por uma força-tarefa desde o começo de junho, Lázaro foi atingido após atirar diversas vezes contra os policiais. Ele tinha 32 anos.

Ele descarregou uma pistola, possivelmente 380, em cima do policiais“, disse Rodney Miranda, secretário de segurança pública de Goiás. Ainda de acordo com o secretário, Lázaro foi socorrido com vida, mas chegou morto ao hospital. Após ser baleado, Lázaro foi levado por uma viatura do Corpo de Bombeiros para o Hospital Municipal Bom Jesus, e a morte foi confirmada pela Polícia Técnico-Científica de Goiás. Por volta de 11h10 uma viatura do Instituto Médico Legal (IML) chegou aos fundos da unidade de saúde.

Um vídeo compartilhado nas redes sociais mostra o momento em que o serial killer Lázaro Barbosa, de 32 anos, deu entrada no Hospital Municipal Bom Jesus, no município goiano de Águas Lindas. Imagens também mostram o fugitivo ferido quando foi colocado em uma ambulância. As informações sobre a captura de Lázaro foram divulgadas pelo governador de Goiás, Ronaldo Caiado. “Acabo de receber neste momento uma informação de todas as equipes que estão na região de Cocalzinho que o Lázaro foi preso“, disse o governador Ronaldo Caiado ao citar uma das regiões que concentravam as buscas.

As buscas por Lázaro começaram no dia 9 de junho. Ele foi apontado como assassino de uma família que morava em Ceilândia, no DF (o pai e dois filhos foram achados já sem vida na casa; o corpo da mãe foi encontrado dias depois). Na fuga, Lázaro roubou um carro e foi para a cidade de Cocalzinho de Goiás, a 80 km de distância. Desde então, foi perseguido pela força-tarefa policial pelas matas da região. Drones, helicópteros, rádios comunicadores e até um caminhão com uma plataforma de observação elevada para fazer videomonitoramento ajudaram nas operações.

‘CPF cancelado’, diz Jair Bolsonaro

Após o Governo de Goiás ter confirmado, junto com à polícia, a morte de Lázaro Barbosa, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) fez uma postagem em suas redes sociais e classificou como “heróis” os policiais militares que participaram da caçada de 20 dias ao assassino.

Inicialmente, Jair Bolsonaro tinha publicado apenas uma mensagem curta: “LÁZARO: CPF CANCELADO!”. Em seguida, enalteceu os policiais e parabenizou os agentes pela morte do assassino. A expressão “CPF cancelado” foi popularizada pelo apresentador de televisão Sikêira Júnior.

Veja o histórico de prisões e fugas:

  • 2007: Lázaro Barbosa foi preso em Barra dos Mendes, na Bahia, acusado de duplo homicídio. Secretaria de Segurança Pública do Estado diz que ele fugiu cerca de 10 dias após a prisão e é considerado foragido desde então.
  • 2009: Lázaro foi preso no Complexo Penitenciário da Papuda (CPP), em Brasília, suspeito de roubo, estupro e porte ilegal de arma de fogo.
  • 2013: Laudo psicológico feito na Papuda descreve Lázaro como “psicopata imprevisível”, com comportamento agressivo, impulsivo, instabilidade emocional e falta de controle e equilíbrio.
  • 14 de março de 2014: Prisão de Lázaro foi convertida para regime semiaberto.
  • 28 de março de 2016: Lázaro fugiu da cadeia.
  • 8 março de 2018: Lázaro Barbosa foi preso em Águas Lindas de Goiás devido à três mandados de prisão por homicídio qualificado, porte ilegal de arma de fogo, roubo e estupro.
  • 23 de julho de 2018: Lázaro fugiu da cadeia de Goiás.
  • 8 de abril de 2020: ele foi indiciado pelos crimes de roubo mediante restrição da liberdade das vítimas e emprego de arma branca e por tentativa de latrocínio, pois é suspeito de invadir uma chácara em Santo Antônio do Descoberto, em Goiás, e golpear um idoso com um machado.
  • 26 de abril de 2021: Ele invadiu uma casa no Sol Nascente (DF), quando trancou pai e filho no quarto e levou a mulher para um matagal e a estuprou.
  • 17 de maio de 2021: Segundo a polícia, ele fez uma família refém na mesma região, ameaçando os moradores com faca e arma de fogo. Nesse crime, ele mandou as pessoas ficarem nuas e, das 19h até meia-noite, prendeu os homens no quarto e as mulheres tiveram que cozinha e servir um jantar para ele.
  • 9 de junho de 2021: Lázaro é suspeito de invadir uma chácara no Incra 9, em Ceilândia (DF), onde teria matado a tiros e a facadas um casal e dois filhos.
  • 9 de junho de 2021: Roubou uma chácara em Ceilândia após o assassinato da família. Ele teria rendido o caseiro, o dono da propriedade e a filha dele.
Advertisement