1. Home
  2. »
  3. Música
  4. »
  5. EP “deuZONAS –...
in

EP “deuZONAS – vozes ferozes” promove a diversidade de artistas mulheres e corpos dissidentes

EP 22deuZONAS vozes ferozes22 promove a diversidade de artistas mulheres e corpos dissidentes POP CYBER
Crédito: Leonardo Elger

Buscando visibilidade para mulheres e corpos dissidentes na música, o EP “deuZONAS – vozes ferozes” reúne quatro talentos da nova geração, apresentando suas perspectivas próprias. Do amor entre mulheres em lo-fi ao samba, do rap ao indie folk, as canções foram produzidas pela cantora e compositora Angélica Duarte.

Ouça “deuZONAS – vozes ferozes”: http://tratore.ffm.to/vozesferozes 

Angélica abriu um chamamento online para selecionar cantoras e compositoras mulheres, cis ou trans, e pessoas não-binárias. A busca por talento trouxe Bibi BogNATASHAAnarkoTrans Jessica Assis, cantoras e compositoras de personalidades contrastantes.

Bibi Bog compôs sua primeira música aos quatorze anos, mesma época em que se apaixonava pela primeira vez por uma garota. Essa relação visceral entre paixão e arte reflete no lo-fi “Emocionada”, que representa o amor entre mulheres.

Nascida na Lapa, NATASHA é influenciada pelo choro e pelo samba e sua música “Samba sem Amor”, selecionada para o EP, aborda as dificuldades de vivenciar o amor recíproco quando se é uma pessoa fora do padrão.

AnarkoTrans é a persona artística de Rafaela Lincoln, mulher preta e travesti que utiliza sua arte como forma de expressão política. Sua música “Farpa Feminina” busca mostrar uma perspectiva diferente das divas da quebrada, destacando a resistência e a luta contra o machismo.

Jessica Assis possui influências do folk, indie e nova MPB. Na canção “Vim Sozinha”, a compositora aborda o autoconhecimento e a coragem de seguir novos caminhos.

“Minha vontade era me desafiar a produzir canções diferentes e entrar em contato com novas vozes, novas sonoridades”, conta a produtora e curadora Angélica Duarte. “Com isso, bolei uma chamada pública a fim de dar oportunidade a novos talentos, privilegiando artistas que nunca haviam tido a oportunidade de lançar um fonograma. Durante um curto período de inscrição tive respostas suficientes e selecionei quatro gêneros distintos para produzir”.

Todas as músicas trouxeram um universo diferente, calcado nas tradições de cada estilo, porém abrindo espaço para experimentação e um olhar renovado. Como produtora, Duarte pode construir a sonoridade junto às artistas. Ao longo de dois meses, Angélica se dedicou exclusivamente à gravação e produção das quatro faixas. 

“Cada canção é um mistério, primeiro preciso entender o que quer dizer, de quais camadas ela precisa para crescer, acontecer. Esse processo de arranjo não tem receita, em alguns momentos a produção flui com muita naturalidade, em outros, é uma bateção de cabeça sem fim. O frio na barriga de mandar os primeiros testes foi indescritível, eu nunca havia passado por isso, sempre produzi minhas próprias músicas, e foi uma alegria perceber que eu estava de fato dialogando com as canções, sempre tive uma resposta positiva e estou muito animada com esses lançamentos. A diversidade me interessa muito, acho que consegui reunir perfis muito interessantes nesse grupo de quatro mulheres”, comemora Angélica.

Sua iniciativa parte de uma vivência intensa dedicada à música. Nascida em São Paulo e radicada no Rio há oito anos, Angélica Duarte faz uma MPB com olhar pop e tem em seu currículo o EP “Odara” (2018) e o álbum autoral “Hoje Tem” (2021) com participações de Juliana Linhares e Letrux. Ela tem se destacado como produtora musical em seu nicho e tem formado parcerias com compositoras e instrumentistas de sua geração, tendo produzido uma porção de singles em seu estúdio, l0vynho. 

deuZONAS” inaugura uma nova fase da artista, que busca se afirmar como produtora musical privilegiando vozes e canções reais, fugindo da obrigatoriedade de agradar métricas. Angélica acredita que a música – por si só – tem o poder de emocionar e comunicar, e trabalha sua produção de acordo com esse propósito, o de agradar ouvintes que buscam o novo sem desmerecer qualidade e refinamento artístico. O EP está disponível em todas as plataformas de música.

De volta dos EUA Dotten lanca nova track pela OMNES Records e1715344290357 POP CYBER

De volta dos EUA, Dotten lança nova track pela OMNES Records

Joao Bosco lanca o album de ineditas 22Boca cheia de frutas22 POP CYBER

João Bosco lança o álbum de inéditas “Boca cheia de frutas”